Mercado abrirá em 6 h 34 min

App de mensagens Signal permite borrar rostos em fotos para proteger identidades

Felipe Junqueira

Privacidade tem se tornado um dos assuntos mais debatidos na internet nos últimos meses. Não é por menos: quanto mais conectados ficamos, mais difícil fica esconder cada detalhe de nossas vidas, o que pode não ser problema para alguns, mas é uma preocupação para quem não quer empresas ou governos anotando cada passo seu.

Pensando nisso, o pessoal do mensageiro Signal anunciou uma nova ferramenta de edição de fotos para desfocar facilmente rostos e outros detalhes presentes nas imagens. O recurso é todo feito no próprio dispositivo e funciona com qualquer foto.

“A versão mais recente do Signal para Android e iOS introduz um novo recurso de borrar no editor de imagem que podem ajudar a proteger a privacidade das pessoas nas fotos que você compartilha”, explicou o desenvolvedor Moxie Marlinspike, em uma postagem no blog do Signal. “Agora é fácil esconder cada rosto ou desenhar traços esquisitos em cima de algo que você quer apagar. É só tocar no novo ícone da ferramenta de desfoque para começar”, complementou.

De fato, é bem fácil de usar. Basta tirar uma foto ou até mesmo selecionar uma da sua galeria, tocar no ícone no menu superior (veja na imagem abaixo) e ativar a opção “blur faces” (“desfocar rostos”, em português). Se houver algum detalhe a mais para esconder, ou se alguma pessoa não tiver o rosto borrado, é só desenhar por cima.

Ferramenta de desfoque fica no menu superior do editor de imagens (Imagem: Reprodução/Signal)

Proteção extra mas não à prova de falhas

É sempre bom adicionar o máximo de camadas de privacidade possível, mas tenha em mente que o simples ato de desfocar uma imagem não é 100% garantido que aquela pessoa não será identificada nunca mais. Existem alguns softwares capazes de reverter o processo em alguns casos e também há outras maneiras de se reconhecer uma pessoa.

Uma das ideias do Signal é permitir que os usuários compartilhem fotos dos protestos contra o racismo e violência policial. A ferramenta realmente pode ajudar a evitar alguns problemas, dificultando o processo de identificação de algumas pessoas presentes nessas marchas, mas ela sozinha não é suficiente para garantir o anonimato de alguém. Além disso, há câmeras de vigilância e outros métodos que independem de fotos na internet para identificar quem está presente nos protestos.

O Signal é um dos mensageiros mais seguros do mundo e está disponível para Android e iOS, além de ter uma versão desktop.

Fonte: Canaltech