Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.809,09
    +1.295,05 (+2,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

App do Google vai lembrar você de não mexer no celular enquanto caminha

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

Se utiliza o celular com bastante frequência, é quase certo que você já focou sua atenção nele enquanto caminhava. Esse hábito comum pode ocasionar em esbarrões acidentais — e o Google sabe disso. Por isso, a gigante adicionou uma nova função ao seu conjunto de ferramentas do Bem-estar digital.

O app nativo do Android recebeu uma atualização em sua versão de testes e adicionou a chamada “Heads Up” (algo como “levante a cabeça”, em tradução livre): um recurso que tenta evitar esbarrões e tropeços causados pela distração com a tela do celular enquanto o usuário caminha.

“Você receberá um lembrete se utilizar o celular enquanto anda”, explica o Google. O Heads Up leva ao app os sensores para detectar movimento e, caso necessário, lança a notificação para chamar a atenção do usuário. Os alertas são compostos por mensagens como "cuidado onde pisa"; "fique atento" ou "olha para frente", sugere a investigação do código feita pelo site XDA Developers.

Ainda pode ter problemas

O monitoramento de caminhadas distraídas parece funcionar bem, alega a publicação, mas vale lembrar que ainda está em desenvolvimento. Se o GPS e os sensores de movimento forem algo normalmente habilitados no seu aparelho, o Heads Up pode não fazer muita diferença no consumo da bateria. Contudo, saiba que habilitar os sensores para funcionar a todo momento pode impactar no tempo longe das tomadas.

Nessa fase de testes, é normal que o app apresente erros. Por isso, se você logo pular para a novidade, não se espante com eventuais falhas ou detecções imprecisas. Quando isso acontece, é possível enviar o feedback para o Google para ajudar nas correções.

O app normalmente é instalado por padrão nos celulares mais recentes. Normalmente, suas funções estão reunidas dentro das Configurações do aparelho e podem ajudar na qualidade do sono, na minimização das distrações em momentos que exigem foco e na redução do tempo de tela do smartphone. Cada fabricante pode adotar a abordagem que preferir, mas os sistemas mais próximos do Android puro do Google são cobertos pela aplicação da gigante.

Não há previsão para a chegada do recurso à versão estável. O período de avaliação depende dos bons resultados; se tudo der certo, logo ele deve ser distribuído para os aparelhos compatíveis através de uma atualização discreta.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: