Mercado abrirá em 6 h 59 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,21
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.776,70
    -6,70 (-0,38%)
     
  • BTC-USD

    32.997,53
    -1.363,15 (-3,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    796,33
    -13,87 (-1,71%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.851,26
    +34,19 (+0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.852,72
    -22,17 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    14.298,50
    +35,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9271
    -0,0014 (-0,02%)
     

App Citizen ofereceu recompensa pela captura da pessoa errada

·2 minuto de leitura
App Citizen ofereceu recompensa pela captura da pessoa errada
App Citizen ofereceu recompensa pela captura da pessoa errada
App Citizen ofereceu recompensa pela captura da pessoa errada

Duas semanas atrás, no dia 14 de maio, o app de alertas locais de segurança Citizen ofereceu uma recompensa de US$ 30 mil pela captura de um homem que eles alegavam ser o responsável pelo incêndio que está devastando o sul da Califórnia. O homem foi localizado horas depois pela polícia, mas os oficiais descobriram que não havia nenhuma evidência de que ele teria começado o fogo.

Leia também:

A foto do homem e o anúncio da recompensa foram divulgadas numa transmissão ao vivo pelo app Citizen no dia 14 de maio, segundo a cobertura do caso no Twitter pela jornalista Cerise Castle. As autoridades locais chamaram as ações do Citizen de “potencialmente desastrosas”, e que poderiam ter levado alguém a ser ferido.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Quando o erro do app Citizen ficou evidente, um porta-voz da companhia disse numa declaração: “estamos trabalhando para melhorar nossos processos internos para garantir que isso não ocorra novamente. Esse foi um erro que estamos levando muito a sério”.

Recompensa foi oferecida pelo próprio CEO do Citizen

Mas como o The Verge descobriu, a recompensa foi uma ordem direta do CEO do Citizen, Andrew Frame. Segundo comunicações internas pelo Slack, Frame viu a caça pelo responsável pelo incêndio como uma oportunidade de “testar” as capacidades de policiamento do app e conseguir mais usuários. Frame, que tem uma mansão na região onde acontece o incêndio, até ofereceu US$ 10 mil do próprio bolso para quem pegasse o suspeito.

“Vamos achar esse cara, ativando a rede de segurança”, Frame escreveu no Slack, como visto pelo The Verge. “Essa é uma ótima transição do Citizen de volta para segurança ativa. Não somos uma companhia de notícias. Somos segurança e tornamos esse tipo de crime hediondo impossível de escapar. Essa precisa ser nossa mentalidade.”

O app Citizen foi lançado em 2016 com o nome de Vigilante. Na época, o app foi removido da App Store da Apple por medo de que ele levasse os usuários a abordar situações criminosas por conta própria. Atualmente o app fornece informações transcritas de comunicação por rádio da polícia e bombeiros em 30 cidades dos EUA. O Citizen também permite que os usuários transmitam incidentes que estão testemunhando ao vivo. Mas apesar de aconselhar os usuários a “nunca interferir numa cena de crime”, a recompensa oferecida pela captura do suspeito e as mensagens internas do CEO do Citizen parecem indicar que as coisas não funcionam exatamente assim.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos