Mercado abrirá em 1 h 15 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,59
    +0,33 (+0,46%)
     
  • OURO

    1.813,50
    -8,70 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    38.500,32
    -1.018,97 (-2,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,25
    -26,65 (-2,77%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.106,60
    +24,88 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.969,75
    +17,00 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1521
    +0,0080 (+0,13%)
     

App de busca do Google deve abandonar o uso de navegador embutido

·2 minuto de leitura

O Google repensou, mais uma vez, a implementação do navegador próprio para seu app de busca para Android. No mais novo capítulo da saga que é a adição deste recurso, a companhia decidiu reabilitar as guias personalizadas do Chrome para abrir páginas e apresentar resultados de pesquisa na versão de testes do aplicativo.

A primeira aparição do navegador próprio do app Google aconteceu em abril de 2020, seguindo o anúncio da companhia no final de 2019. Em julho do ano passado, ele saiu do ar na versão beta para aparecer de novo no mesmo mês. Desde então, o navegador embutido continuou disponível para todos que experimentavam o acesso antecipado.

Na manhã da última terça-feira (6), porém, ele foi novamente para a gaveta. O aplicativo voltou a utilizar as guias customizadas do Chrome para apresentar os resultados de pesquisa e abrir páginas exibidas no feed.

Guias personalizadas facilitavam a transição para o Chrome (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
Guias personalizadas facilitavam a transição para o Chrome (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

A diferença, na prática, está na exibição do conteúdo e na integração com o popular navegador. Quando o app Google opta pela aba personalizada, o usuário pode ir do buscador ao Chrome ao apertar no menu do canto superior direito. A transição preserva a página em seu atual estado (sem precisar carregá-la mais uma vez) e a posição em que estava, poupando o usuário de rolar até o ponto que interrompeu a leitura.

Quando o navegador próprio do buscador está ativo, a primeira coisa a se notar é o visual: a barra superior, normalmente reservada para o endereço, pode apresentar a logo do app. Além disso, enquanto o site de destino está sendo carregado, a barra colorida característica da companhia aparece para indicar o processo.

Navegador próprio do app de busca era uma alternativa com comportamento separado do navegador (Imagem: Reprodução/9to5Google)
Navegador próprio do app de busca era uma alternativa com comportamento separado do navegador (Imagem: Reprodução/9to5Google)

Na parte inferior, o usuário conta com controles de paginação (voltar e avançar) ao lado do botão de compartilhar. Há, também, um menu que apresenta botão para recarregar o site, encontrar na página, traduzir, ouvir o conteúdo em texto em som, acessar as configurações do app e, por fim, abrir no navegador de preferência.

A ferramenta dedicada colabora com uma experiência inconsistente com aplicativos de terceiros e dificulta a vida de quem prefere utilizar o navegador convencional. Inclusive, não está clara a razão da retirada do recurso dessa vez, mas é possível que seja uma correção temporária para solucionar algum erro ou adicionar recursos.

Usuários da versão beta encontrarão as abas do Chrome de volta na compilação do app Google de número 12.26.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos