Mercado abrirá em 7 h 30 min
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,04
    -0,19 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.673,20
    +4,60 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    19.476,81
    -68,15 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,01
    -0,98 (-0,22%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.124,68
    -41,19 (-0,24%)
     
  • NIKKEI

    25.835,45
    -586,60 (-2,22%)
     
  • NASDAQ

    11.245,50
    +17,25 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3029
    +0,0049 (+0,09%)
     

App brasileiro oferece 600 livros digitais para baixar e ler de graça

·3 min de leitura

O acesso a conteúdos digitais está cada vez mais democrático, especialmente em razão dos valores mais módicos de assinaturas cobradas por serviços de streaming como Netflix e Spotify. Esse formato ainda tem muitos outros campos para ser explorado, como o setor de literatura com os áudio books e livros digitalizados.

Uma empresa brasileira se especializou nessa área e agora oferece um acervo com milhares de livros digitais e audiolivros diretos no seu celular ou tablet. Chamada Livroh, a plataforma permite a leitura online ou baixar para quando estiver sem acesso à internet, com acesso a uma prateleira virtual direto no aplicativo.

O Livroh se autodenomina o "Spotify dos livros" (Imagem: Livroh/Google Play Store)
O Livroh se autodenomina o "Spotify dos livros" (Imagem: Livroh/Google Play Store)

O app oferece vários gêneros literários e separa os conteúdos em 40 categorias, como romance, ficção, literatura estrangeira e humor. Há vários conteúdos voltados para o aprendizado técnico-profissional e obras focadas no desenvolvimento pessoal, com temáticas que vão desde a boa e velha autoajuda até conceitos de administração ou apostilas para quem vai enfrentar o ENEM.

Crianças e adolescentes também pode desfrutar os conteúdos do Livroh, já que a plataforma tem títulos voltados para o público infantojuvenil, como HQs, mangás e histórias para diversas faixas etárias.

Ajustes para cansar menos a visão

Uma das vantagens da leitura no Kindle é a menor fadiga visual quando comparada à tela de computadores e celulares. O Livroh não tem versão para o leitor da Amazon, mas criou uma tecnologia específica para reduzir o brilho da tela, aumentar o tamanho da fonte e, assim, gerar menos cansaço durante a leitura dos conteúdos.

O app permite pausar a leitura e retomar do mesmo lugar (Imagem: Livroh/Google Play Store)
O app permite pausar a leitura e retomar do mesmo lugar (Imagem: Livroh/Google Play Store)

Há também ferramentas utilitárias para melhorar a experiência da leitura, tais como marcação de trechos, dicionário, anotações, índice, busca de palavras-chave e marcadores de página. Dessa forma, o usuário pode conferir quanto do livro já leu e retomar a leitura do ponto em que parou, como ocorre em sistemas de streaming de música ou filmes.

Se você é daqueles que prefere ouvir do que ler, o app é uma boa solução: os livros podem ser lidos em voz alta e com regulagem de velocidade. Assim, você pode consumir um livro inteiro enquanto se exercita na academia, dirige para o trabalho ou prepara o jantar.

Quanto custa?

O Livroh oferece 30 dias grátis para experimentar o acervo completo de mais de 30 mil livros e é incluso em planos de algumas operadoras de telefonia. Quem não tem o serviço no plano pode fazer a assinatura avulsa pelo valor de R$ 19,90 por mês e acessar os conteúdos de qualquer dispositivo Android ou iOS (iPhone e iPad).

A parte bacana é que mesmo se você não quiser manter o serviço, ainda poderá acessar os conteúdos baixados para o aparelho. Para quem é leitor ávido e se assusta com o elevado preço dos livros físicos, talvez esse aplicativo possa ajudar a ter sempre uma nova opção de leitura por um preço mais convidativo.

Atualização: o texto foi atualizado para incluir uma nova informação (de que o período gratuito foi reduzido para sete dias pela desenvolvedora) e também para ressaltar que, ao cancelar a assinatura, o leitor mantém acesso apenas aos livros gratuitos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: