Mercado abrirá em 5 h 26 min

Apostas contra dólar se aproximam de maior nível em uma década

Cormac Mullen e Ruth Liew
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Operadores especulativos encerram o ano com mais apostas contra o dólar.

Posições futuras não comerciais líquidas que apostam na queda da moeda americana atreladas ao índice ICE U.S. Dollar aumentaram para o maior nível desde março de 2011, segundo os dados mais recentes da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities. O indicador da moeda americana acumula queda superior a 6% neste ano, como reflexo do afrouxamento monetário sem precedentes do Federal Reserve e menor demanda por ativos vistos como seguros.

“Os hedge funds têm muitos motivos ao buscarem razões para estarem vendidos em dólar”, disse Vishnu Varathan, responsável por economia e estratégia do Mizuho Bank, em Cingapura. “Temos um Fed que está comprometido com uma mudança de paradigma em sua política que reduz significativamente o risco de normalização da política, e um déficit gêmeo em rápida expansão facilita as apostas contra o dólar.”

A combinação de rendimentos reais negativos nos EUA, preços muito altos de ativos americanos e um déficit em conta corrente que requer a desvalorização do dólar para o financiamento deve pesar sobre a moeda no próximo ano, escreveram estrategistas da Goldman Sachs Asset Management em relatório recente.

“Vemos a continuidade da depreciação do dólar em 2021”, disse a equipe da gestora. “A dinâmica de liquidez e o fluxo de notícias sobre o vírus podem influenciar o momento da fraqueza do dólar, mas não necessariamente a tendência de baixa de médio prazo.”

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.