Mercado abrirá em 5 h 24 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,52
    -0,97 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.805,70
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    29.511,32
    -341,71 (-1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    661,70
    -19,40 (-2,85%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.366,74
    -51,41 (-0,69%)
     
  • HANG SENG

    19.884,72
    -14,05 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.249,25
    -133,50 (-1,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2533
    -0,0058 (-0,11%)
     

Conta de luz: após reunião com Aneel, Light irá aumentar em 18%

·2 min de leitura
O reajuste da conta de luz é explicado pelo fato de que a bandeira tarifária vigente não está sendo capaz de suprir os gastos que a crise hídrica ocasionou
O reajuste da conta de luz é explicado pelo fato de que a bandeira tarifária vigente não está sendo capaz de suprir os gastos que a crise hídrica ocasionou
  • Reajuste é proposto pela própria Aneel a cada 4 ou 5 anos;

  • Novos preços só entrarão em vigência a partir de 15 de março;

  • Discussão do reajuste da Enel acontecerá em fevereiro.

A agência reguladora de energia elétrica do Brasil, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), realizou nesta quarta-feira (19), uma audiência pública para discutir com agentes da sociedade um reajuste nas contas de luz dos clientes da Light.

Realizada de forma online, a audiência foi transmitida no canal do Youtube da reguladora.

O consultor em energia elétrica, Fernando Umbria, afirmou que a cada quatro ou cinco anos a Aneel realiza uma revisão nas tarifas cobradas pelas distribuidoras, com intuito de equilibrar as contas da empresa.

Leia também:

O cálculo é feito a partir de despesas antigas da empresa que não foram pagas pelas bandeiras tarifárias e despesas futuras (como compra de equipamentos e expansão da rede).

A Light propôs um reajuste de 17,96% para as pessoas físicas e pequenas e médias empresas e de 9,52% para as grandes empresas e indústrias.

O reajuste, maior que a inflação, é explicado pelo fato de que a bandeira tarifária vigente não está sendo capaz de suprir os gastos que a crise hídrica ocasionou, como a compra de energia das termelétricas.

A taxa de reajuste ainda não está definida. A Aneel ainda irá decidir se acata o valor pedido pela Light. No entanto, ele já tem data para acontecer: 15 de março.

A Light é a empresa de distribuição de energia responsável por cerca de 4,5 milhões de habitações e empresas em 37 municípios do estado do Rio de Janeiro.

O resto do estado é suprido pela Enel Distribuição, que terá seu reajuste discutido em audiência pública em fevereiro.

Com informações do Extra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos