Mercado fechará em 4 h 32 min

'Não sou frio, apenas me contenho', diz Márcio Garcia sobre não chorar em programa

1 / 1

'Não sou frio, apenas me contenho', diz Márcio Garcia sobre não chorar em programa

'Não sou frio, apenas me contenho', diz Márcio Garcia sobre não chorar em programa

ANAHI MARTINHO*

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um painel gigante de luzes coloridas, à lá Programa Silvio Santos (SBT), pisca uma sequência de cores e notas musicais. Cada equipe, formada por famílias rivais, tem de reproduzir a sequência, que cresce a cada rodada. "Amarelo, amarelo! Rosa! Agora o verde!", gritam os membros das famílias uns para os outros, desesperados.

A fórmula dos "gameshows" é velha: o jogo não precisa ser muito elaborado —nem o roteiro, diga-se de passagem. O que importa aqui é garantir interação e algumas risadas até o grande final: as homenagens emocionantes.

Como numa espécie de Arquivo Confidencial, quadro consagrado por Fausto Silva, Márcio Garcia explora no Tamanho Família o que já virou tradição dominical da família brasileira: chorar com os depoimentos de mães, pais, filhos, irmãos e amigos de seus artistas favoritos.

E vale tudo: recriar a casa de infância onde o convidado cresceu, conseguir depoimento de parente que mora no exterior, cavucar os mais profundos dramas familiares de cada um. "Fazemos semanas de pesquisa intensa sobre a vida, a história familiar de cada convidado. É impossível não se envolver", disse o apresentador, que revela seu truque para não chorar na TV: "fico pensando nos boletos que tenho que pagar. Não sou um cara frio, apenas me contenho."

Na estreia da terceira temporada, que vai ao ar neste domingo (15), a família de Taís Araújo vai enfrentar a de Leonardo. O sertanejo, é claro, relembrará a perda do irmão Leandro, que completa 20 anos em junho, além do acidente que quase vitimou seu filho Pedro, que estará no palco junto com os três irmãos.

No que diz respeito à parte cômica do programa, a nova temporada aposta num novo quadro, o Tio Mala: aquele tio que todo mundo tem, que faz piadas constrangedoras, ocupa espaço demais e não vai embora nunca.

A cena musical continua com uma das famílias mais queridinhas da TV: a Família Lima. Líder da banda, Lucas Lima participa do programa quase como um assistente de palco. Faz palhaçadas, intervenções no jogo e ainda levou a mulher, Sandy, para uma homenagem em um dos episódios.

"Márcio está muito à vontade no palco", elogiou Lucas, em apresentação do programa para a imprensa. "Vocês também! Soltinhos até demais", brincou o apresentador.

"O programa é uma faculdade de família. Serve até como terapia para mim e para os meus irmãos. Os problemas de família são sempre muito parecidos, a gente vê as famílias lidando e aprende a lidar com os nossos", afirma o músico.

*A jornalista Anahi Martinho viajou ao Rio de Janeiro a convite da TV Globo