Mercado abrirá em 3 h 56 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,33
    +1,04 (+1,48%)
     
  • OURO

    1.764,40
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    43.235,04
    -1.784,31 (-3,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.087,55
    -46,83 (-4,13%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.977,10
    +73,19 (+1,06%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.150,25
    +140,75 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2897
    +0,0450 (+0,72%)
     

Após fechar fábrica, Ford vai indenizar governo da Bahia em R$ 2,5 bi

·1 minuto de leitura
Ford Motor Company' logo is seen on the side of the building at the unveiling of their new electric F-150 Lightning outside of their headquarters in Dearborn, Michigan on May 19, 2021. - One day after winning an enthusiastic endorsement from President Joe Biden, Ford will officially preview the all-electric version of its best-selling F-150 truck on May 19, 2021. The battery-powered Ford F-150
Ford tinha fábrica em Camaçari (BA) desde 2001 e governo dava incestivos fiscais (Jeff Kowalsky/AFP via Getty Images)
  • Ford vai indenizar governo da Bahia em R$ 2,5 bilhões

  • Montadora fechou unidade de Camaçari, próximo a Salvador

  • Companhia recebeu incentivos fiscais desde que se instalou no estado

Devido ao fechamento da fábrica em Camaçari (BA), a Ford vai pagar R$ 2,5 bilhões em indenização ao governo da Bahia, já que recebeu incentivos fiscais desde que chegou ao estado em 2001. Na planta, a produção era do EcoSport e Ka e, agora, a empresa vai importar todos os veículos vendidos no Brasil. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia também:

Segundo fontes da reportagem, o governador Rui Costa (PT) tentou convencer a montadora a não encerrar as atividades da unidade, mas a determinação partiu da sede da companhia, nos Estados Unidos. 

Entretanto, alguma coisa pode se salvar. Uma das possibilidades discutidas é manter uma ala da fábrica de Camaçari para produzir peças de reposição. O governo da Bahia preferiu não comentar sobre o assunto. 

A montadora também não comentou sobre o questionado, mas contou ter sido contatada várias vezes por interessados em comprar as instalações da unidade baiana. No entanto, nenhum acordo foi fechado ainda. 

Indenização de funcionários

Além da fábrica de Camaçari, as unidades de Taubaté (SP) e Horizonte (CE) também não funcionarão mais. Esta última é da Troller, de propriedade da Ford, e ficará aberta só até o final do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos