Mercado abrirá em 1 h 25 min
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,01
    -0,34 (-0,55%)
     
  • OURO

    1.787,50
    -5,60 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    55.101,81
    -155,98 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.279,63
    +16,67 (+1,32%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.903,17
    +7,88 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.894,50
    -24,75 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6493
    -0,0527 (-0,79%)
     

Após desencalhe, 249 navios esperam para atravessar Canal de Suez

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
  • Navio que bloqueava Canal de Suez foi desencalhado há três dias

  • O canal, que liga os mares Vermelho Mediterrâneo, é uma das maiores rotas comerciais do mundo

  • No entanto, 249 embarcações ainda esperar autorização para passar

Mesmo que o cargueiro Ever Given, que bloqueava o Canal de Suez, tenha desencalhado há três dias, o congestionamento ainda é de grandes proporções. Na manhã de desta quinta-feira (1º), 249 embarcações ainda aguardavam para cruzar o canal, uma das principais rotas comerciais do mundo. As informações são da EFE.

Leia também:

A estimativa é de que os prejuízos diários com o encalhe e, consequentemente, com o congestionamento, tenham chegado a US$ 15 milhões.

O canal liga os mares Vermelho e Mediterrâneo e por ela passam 25% de todos os cargueiros do planeta, além de concentrar 10% do comércio marítimo mundial.

Navios na fila

De acordo com o chefe da Autoridade do Canal de Suez, o almirante Osama Rabie, conseguiram cruzar o a região cerca de 200 dos 422 navios que estavam na fila.

A Leth Agencie, agência que controla o trânsito no canal, 127 barcos esperam na entrada do mar Vermelho e outros 122 em Porto Said, no mar Mediterrâneo. A passagem de navios prevista nesta quinta-feira era de 87 navios

Uma investigação sobre o acontecido foi aberta, segundo Osama, para que sejam encontrados os responsáveis pelo incidente.