Mercado fechará em 5 h 47 min
  • BOVESPA

    109.356,90
    +869,02 (+0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.730,57
    +212,27 (+0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,99
    -0,29 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.854,50
    +12,40 (+0,67%)
     
  • BTC-USD

    30.096,71
    +107,79 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    674,79
    -0,08 (-0,01%)
     
  • S&P500

    3.925,59
    +24,23 (+0,62%)
     
  • DOW JONES

    31.612,50
    +350,60 (+1,12%)
     
  • FTSE

    7.479,77
    +89,79 (+1,22%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.792,25
    -48,50 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1143
    -0,0385 (-0,75%)
     

Valor do diesel beira os R$ 7 após aumento de preço da Petrobras

·3 min de leitura
Valor do diesel registrou, em média, alta de 1,4% nos primeiros dias de janeiro
Valor do diesel registrou, em média, alta de 1,4% nos primeiros dias de janeiro (Getty Images)
  • Petrobras e Acelen anunciaram aumento nos preços do valor do diesel na última semana

  • Mudança já foi sentida no bolso dos brasileiros; somente valor do etanol se manteve estável

  • De acordo com a ANP, o Nordeste registrou queda no preço do diesel

O aumento nos preços dos combustíveis na última semana, feitos por Petrobras e Acelen (controladora da Refinaria de Mataripe, na Bahia), impactaria diretamente no valor dos mesmos em postos espalhados pelo país. A questão é que, mesmo antes do impacto total disso, a mudança já foi sentida no bolso dos brasileiros. Afinal, enquanto diesel e gasolina registraram, em média, alta de 1,4% e 0,2%, respectivamente - com o primeiro batendo a casa dos R$ 7 -, o Gás Natural Veicular (GNV) subiu cerca de 1,2%. O único que se manteve estável foi o etanol.

Leia também:

Explicação para aumento

Depois de quase 80 dias sem aumento, a Petrobras anunciou - no último dia 11 de janeiro - reajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras. Com isso, o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passou de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro. Enquanto que, para o diesel, o preço médio de venda subiu de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro. Em suma, a Petrobras subiu o diesel em 8% e a gasolina em 4,8% - enquanto a Acelen fez ajustes de até 5,1% para a gasolina e de até 8,4% para o diesel. Para explicar melhor as medidas tomadas, a empresa soltou uma nota oficial.

“Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,26, em média, para R$ 2,37 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,11 por litro [...] levando em conta a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será elevada de R$ 3,01, em média, para R$ 3,25 a cada litro vendido na bomba, mostrando variação de R$ 0,24 por litro", disse em alguns trechos do comunicado.

Preço dos combustíveis pelo Brasil

De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o Nordeste registrou queda no preço do diesel - cerca de 15% abaixo em relação à última semana -, que é encontrado por cerca de R$ 4,070 por litro. A gasolina, por sua vez, manteve seu preço máximo de R$ 7,899 por litro, na região Sudeste, mas registrou queda de 1,9% no Sul do país, com preço mínimo de R$ 5,569 por litro.

O Gás Natural Veicular (GNV), que sofre influência da alta do gás natural no mercado internacional, teve alta de 1,2% na média praticada no país - com preço máximo de R$ 6,199 o metro cúbico (m3) no Sudeste e o mínimo, de R$ 3,179/m3, no Centro-Oeste. Já o etanol teve seu preço médio praticamente mantido, com uma leve queda de 0,09% em relação à média da semana anterior - com o menor preço sendo encontrado no Sudeste, de R$ 4,329 por litro, e o mais alto no Sul, de R$ 7,699 por litro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos