Mercado abrirá em 2 h 49 min

Após assédio no Tinder, fundadora cria app e se torna a bilionária mais jovem

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Whitney Wolfe Herd, fundadora do Bumble. (Foto: Bennett Raglin/Getty Images for Fast Company)
Whitney Wolfe Herd, fundadora do Bumble. (Foto: Bennett Raglin/Getty Images for Fast Company)

A executiva Whitney Wolfe Herd, executiva-chefe e fundadora do app de encontros amorosos Bumble, se tornou a bilionária mais jovem do mundo, com a oferta inicial de ações (IPO) de sua empresa na bolsa de valores dos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Com a valorização das ações do app, seu patrimônio disparou para um valor de cerca de US$ 1,5 bilhão, ou pouco mais de R$ 8 bilhões.

Leia também:

A executiva é também a mulher mais jovem a ocupar o cargo de CEO (executiva-chefe) de uma empresa pública nos Estados Unidos. Herd tem 31 anos.

As informações são da revista americana especializada em negócios Forbes.

O Bumble fez seu IPO nessa semana e levantou US$ 2,15 bilhões de investidores. A diferença para outros apps é que apenas as mulheres podem mandar as primeiras mensagens de interação.

Herd fundou o Bumble em 2014. Antes disso, ela fundou também o Tinder – mas saiu em meio a um caso de assédio sexual onde ela processou seu antigo chefe e parceiro, que ela acusa de ameaças e de ter dado um ‘golpe’ nela.

O caso foi fechado posteriormente com um acordo sigiloso.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube