Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,46
    +0,18 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.837,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    56.372,01
    +685,71 (+1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,93
    +1.271,26 (+523,84%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.318,50
    -27,50 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3433
    -0,0021 (-0,03%)
     

Após anos de mistério, carteira com R$ 5,5 bilhões em bitcoins é ‘esvaziada’

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Carteira bilionária de bitcoins foi esvaziada. (Foto: Getty Images)
Carteira bilionária de bitcoins foi esvaziada. (Foto: Getty Images)

Há anos, uma carteira digital recheada de bitcoins intrigava a comunidade de criptomoedas, mas finalmente esse mistério acabou. Esta semana, a carteira, que tinha cerca de 70 mil bitcoins, aproximadamente R$ 5,5 bilhões na cotação atual, foi “esvaziada”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Nesta quinta-feira (5), o Departamento de Justiça dos Estados Unidos veio a público revelar que foi ele o responsável pelo “saque”. Conseguiu isso com a ajuda de um hacker, segundo documentos tornados públicos pelo DJ.

Leia também:

O antigo dono da carteira está hoje na prisão: Ross Ulbricht, criador e administrador da Silk Road, maior e mais famoso mercado de itens ilegais da chamada "deep web" – rede inacessível por navegadores normais.

Os 70 mil bitcoins eram fruto de seu trabalho gerenciando o mercado, que vendia desde drogas – todo tipo de substância ilegal – até serviços de assassinato por aluguel.

Durante esse período de atividade, Ulbricht foi hackeado pelo chamado “indivíduo X” citado no processo do Departamento e Justiça, que obteve controle sobre a carteira bilionária. Ulbricht acabou preso logo depois, com pena dupla perpétua, e a carteira seguiu intocada, até esta semana.

Não se sabe se o “indivíduo X” foi preso, ou se outro acordo de cooperação foi estabelecido. Apenas que as chaves da carteira foram entregues aos federais. As informações são do The Verge.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube