Mercado fechado

Após acordo com presidente, Lugano está fora do São Paulo

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Lugano era funcionário registrado em carteira pelo Tricolor há três anos (Divulgação/Instagram)
Lugano era funcionário registrado em carteira pelo Tricolor há três anos (Divulgação/Instagram)

Lugano não é mais funcionário do São Paulo. Nesta segunda-feira, o uruguaio e o novo presidente do clube, Julio Casares, chegaram a um acordo pelo fim da passagem do ídolo tricolor da função de superintendente de relações institucionais que ele ocupava desde janeiro de 2018.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

A saída de Lugano era dada como certa desde a vitória de Casares na eleição de 12 de dezembro. Tudo por causa da forte relação do ex-zagueiro com Marco Aurélio Cunha, que fazia parte do grupo político derrotado. Antes de Lugano, já havia sido oficializada a saída de Alexandre Pássaro, gerente de futebol.

Leia também:

O uruguaio também se distanciou do departamento de futebol nos últimos meses por defender a demissão de Fernando Diniz. Com a melhora do time, líder do Brasileirão e eliminado apenas nas semifinais da Copa do Brasil, Diniz se fortaleceu internamente e Lugano acabou se afastando.

De qualquer maneira, a passagem de Lugano como dirigente teve pontos positivos, como a chegada de Daniel Alves e Juanfran. Há relatos no Tricolor de que o uruguaio foi literalmente buscar Daniel Alves no vestiário do PSG. As contratações dos experientes laterais ajudou na mudança do perfil do elenco, com maior seriedade e comprometimento.

As quedas de braço com Diniz também causaram alguma interferência na forma de jogar, com a titularidade de Luan como primeiro volante. Lugano ainda se orgulha da permanência de Hernanes, que desejava sair no ano passado, e da manutenção de Brenner, que recebeu sondagem do Orlando City antes de estourar.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos