Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.443,91
    +1.660,04 (+2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Após 35 mortes por espera de leitos, SC começa a transferir pacientes para ES

·1 minuto de leitura
Doctor's gloved hand comforting cancer patient, cancer gene DNA research, cancer early detection
Foto: Getty Images

Pacientes com covid-19 de Santa Catarina começam a ser transferidos para o Espírito Santo nesta quarta-feira, 3. O estado passa por um colapso na saúde e, até a noite de terça-feira, 2, tinha 99,95% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva ocupados.

O primeiro avião do Corpo de Bombeiros saiu de Florianópolis às 8h30 e chegou às 9h45 em Chapecó. A região é a que tem maior fila no estado. Segundo informações do G1, nesta tarde o avião deve deixar Santa Catarina em direção ao Espírito Santo. Além dos bombeiros, uma empresa terceirizada também fará o transporte.

Leia também

Como os pacientes estão em estado grave, serão transferidos individualmente. Ao todo, 16 pessoas devem ser recebidas no Hospital Estadual dr. Jayme Santos Neves, em Serra, na grande Vitória.

Com a alta de casos em Santa Catarina e a falta de leitos, 35 pessoas já morreram na espera por um lugar na UTI. Ao menos 251 esperam para ser transferidas no momento. Na Grande Florianópolis não há mais leitos de UTI.

No Espírito Santo, a ocupação de leitos de UTI na terça-feira estava em 72,77%. O estado já recebeu 36 pacientes de Manaus e também de Rondônia.