Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.508,41
    +0,24 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Apoiador de Bolsonaro, Rodrigo Garcia prevê multa de R$ 100 mil para veículos paralisados e prisão para quem resistir

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 14.10.2022 - O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 14.10.2022 - O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelas redes sociais, o governador Rodrigo Garcia (PSDB) classificou, nesta terça-feira (1°), como "inadmissível" o bloqueio nas estradas causado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o resultado das eleições.

Os grupos bloqueiam dois trechos da rodovia Castello Branco, uma das principais do Estado de São Paulo, na manhã desta terça-feira (1º). Os trechos bloqueados ficam em Barueri e Osasco, na Grande São Paulo.

Em entrevistas aos jornalistas no Palácio dos Bandeiras, o governador disse que não vai admitir a paralisação em São Paulo. Garcia determinou que veículos parados serão multados com R$ 100 mil por hora e prisão para quem resistir à decisão.