Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,27
    +0,45 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.817,30
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    43.006,11
    -313,89 (-0,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.037,76
    +12,03 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.383,32
    -46,48 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    28.124,28
    -364,82 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    15.616,75
    +21,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3174
    -0,0154 (-0,24%)
     

Aplicativo usa IA para criar imagens apenas com base em palavras escritas

·3 min de leitura

Um novo aplicativo chamado Dream possibilita a qualquer pessoa criar pinturas únicas a partir de um algoritmo de inteligência artificial. A ideia do programa é possibilitar que o usuário relate o que deseja ver e o app cuida do restante, o que apresenta resultados bem estranhos e divertidos. Cada obra de arte tem uma estética particular única, definida por formas geométricas, objetos soltos e cores variadas, quase como uma pintura surrealista.

Na verdade, a IA do Dream ainda não é tão avançada a ponto de desenhar exatamente o que você digitou, mas ela consegue entregar um resultado visualmente bonito e curioso. No exemplo abaixo, por exemplo, o autor descreveu personagens medievais e teve como resultado um conjunto de figuras bem abstratas, porém dignas de uma exposição artística.

O app está bem popular no Twitter e é possível encontrar vários testes feitos pelos usuários com a ferramenta. Como resultado, o software gera uma imagem na vertical para ser usada como papel de parede no celular, ainda sem a possibilidade de gerar em outros formatos ou tamanhos. Não está muito claro como o app funciona nem quais modificações foram feitas, mas o algoritmo de arte de IA é de código aberto, então provavelmente ele já foi usado antes.

As artes geradas por IAs não são uma novidade, mas evoluíram bastante nos últimos anos em termos de qualidade e acessibilidade. No passado, alguns modelos de criação baseados em texto como o DALL-E, o VQGAN + CLIP e o Artbreeder já faziam isso, mas todos tinham enfoques diferentes desta solução.

Usos criativos do Dream

Como a geração decorre de textos inseridos manualmente, muita gente está usado o programa de forma criativa, seja para representar teses de doutorado, refletir sentimentos ou emoções e até criar imagens em conceitos inexistentes. A ideia pode ser expandida para além da mera brincadeira e até ajudar profissionais a criarem cenários únicos.

A escritora e ilustradora Ursula Vernon — que usa o pseudônimo de T. Kingfisher — compartilhou uma pequena história em quadrinhos feita apenas com o programa. Os personagens são desenhados à mão, mas os planos de fundo são gerados por IA, com a qualidade surreal e exclusiva das imagens geradas pela IA, que parecem casar perfeitamente com a temática proposta pela história.

Embora tenha limitações atualmente, o Dream pode evoluir bastante para ajudar na criação de fotos criadas 100% por robôs, sem a necessidade de intervenção humana. Isso pode até parecer um pouco assustador, mas é algo muito certo de acontecer no futuro: os humanos cuidam da parte criativa e as máquinas geram games, quadrinhos, filmes e livros instantaneamente.

O Dream é gratuito, desenvolvido pela empresa canadense chamada Wombo, e está disponível no iOS, Android e na web. Caso não se lembre, a Wombo foi aquela empresa que criou um software muito popular para colocar fotos estáticas para cantar músicas, mover a cabeça e fazer coreografias bem engraçadas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos