Mercado abrirá em 7 h 47 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,77
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.853,80
    +11,70 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    30.138,69
    +817,87 (+2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    673,46
    +0,09 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.327,28
    -389,96 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.901,63
    +162,60 (+0,61%)
     
  • NASDAQ

    11.958,75
    +118,00 (+1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1661
    +0,0133 (+0,26%)
     

Aplicativo mais baixado em 2022 alcança marca de 3,5 bilhões de downloads

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O TikTok foi o aplicativo mais baixado no primeiro trimestre de 2022 e agora conta mais de 3,5 bilhões de downloads desde o lançamento. Os dados foram divulgados pela empresa de dados Sensor Tower no relatório Q1 2022: Store Intelligence Data Digest.

A rede social dos vídeos curtos superou novamente o Instagram e alcançou o número histórico graças aos resultados positivos dos três primeiros meses deste ano. É a primeira vez que um app que não é de propriedade da Meta cruza esse marco, o que consolida a plataforma como a líder absoluta no segmento.

Dados do primeiro trimestre de 2022 consolidam a posição do TikTok no topo (Imagem: Reprodução/Sensor Tower)
Dados do primeiro trimestre de 2022 consolidam a posição do TikTok no topo (Imagem: Reprodução/Sensor Tower)

Desde o início de 2022, o TikTok foi baixado mais de 175 milhões de vezes. Nenhum aplicativo teve mais downloads do que o TikTok desde o início de 2018, quando o WhatsApp teve 250 milhões de transferências no mundo inteiro.

O aplicativo de mídia social atualmente dita as tendências da cultura pop e é dominante no cenário mundial. Há um conjunto bem variado de comunidades e nichos abarcados na plataforma, tudo regido por um algoritmo de recomendação eficaz que está em constante melhoria.

Resultado positivo no iOS

Na App Store, o TikTok foi baixado cerca de 70 milhões de vezes no mundo inteiro. A maioria dos downloads veio dos iPhones, com uma pequena participação de iPads. O curioso é que mesmo banido da Índia, o segundo país mais populoso do mundo, a rede social apresentou um crescimento de 11% nas transferências em relação ao trimestre anterior na Ásia.

Já nos Estados Unidos, mercado mais importante do mundo, o app de vídeos curtos é o principal aplicativo desde o começo do ano passado. Por lá, a competição dos chineses era com o YouTube pela primeira posição no ranking, mas o programa superou o rival em mais de 10 milhões de downloads por nove trimestre consecutivos — enquanto o YouTube só ultrapassou o limite oito vezes.

No Android, preferência é pelo Instagram

Embora o resultado no iPhone tenha sido muito bom, no Android quem ainda lidera é o Instagram. A plataforma da Meta segue firme na primeira posição de mais downloads, seguida pelo Facebook e com o TikTok no terceiro degrau.

Os dados de downloads do <a class="link " href="https://canaltech.com.br/empresa/google/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Google">Google</a> Play são diferentes do ranking geral (Imagem: Reprodução/Sensor Tower)
Os dados de downloads do Google Play são diferentes do ranking geral (Imagem: Reprodução/Sensor Tower)

Uma das surpresas no relatório é o crescimento do Telegram (quinta posição), da Shopee (sexta posição no geral e terceiro na Play Store) e do CapCut (em nono). Este último, por exemplo, é um editor de vídeos da ByteDance, dona do TikTok, o que pode ter ajudado no ganho de popularidade do programa.

O Brasil é o terceiro país com mais downloads analisados pela pesquisa. No ranking geral, está atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos, resultado que mostra a importância do mercado brasileiro para as companhias.

As estimativas da Sensor Tower incluem downloads mundiais também na Google Play Store e englobam dados coletados entre 1º de janeiro a 31 de março de 2022. Não estão inclusos na conta os programas pré-instalados nos telefones nem lojas de terceiros do Android, o que poderia mudar um pouco o resultado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos