Mercado abrirá em 4 h 32 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,99
    +0,24 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.726,30
    -7,30 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    50.557,41
    +1.832,91 (+3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.014,79
    +26,69 (+2,70%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.685,81
    +72,06 (+1,09%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.184,25
    +129,00 (+0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Aplicativo de encontros Bumble avança em sua estreia em Wall Street

Virginie MONTET
·1 minuto de leitura
O aplicativo Bumble começou a ser cotado em Wall Street nesta quinta-feira

O aplicativo americano de encontros Bumble, no qual as mulheres tomam a iniciativa, estreou em Wall Street nesta quinta-feira (11) com uma oferta pública inicial que valorizou a companhia em mais de 8 bilhões de dólares e subiu significativamente durante o dia.

A bolsa de valores de Nova York recebeu a empresa, negociada com a sigla "BMBL", com os braços abertos, em um momento em que os aplicativos de encontros desfrutam de um êxito imenso desde que a pandemia limitou as possibilidades de encontros reais de milhões de pessoas nos Estados Unidos e no mundo.

Com um preço inicial de 43 dólares, a ação subiu 73% às 17h de Brasília (20h GMT), a 74 dólares.

Os títulos de um dos atores mais conhecidos do setor, Match, proprietário dos concorrentes do Bumble, Tinder e Meetic, se multiplicaram por cinco em Wall Street desde março, quando a pandemia se expandiu nos Estados Unidos.

A Bumble Inc, dona dos aplicativos Badoo e Bumble, foi fundada em 2014 por Whitney Wolfe Herd, de 31 anos, ex-presidente de marketing da concorrente Tinder.

A ambição da rede é ser uma plataforma social global, antes de tudo feminista, dando o poder às mulheres para iniciar relacionamentos.

Um ano depois de seu lançamento, em 2015, o aplicativo registrava 15 milhões de assinantes e 80 milhões de uniões virtuais.

Em 2020, o Bumble teria 54 milhões de usuários mensais, segundo a Bloomberg, e 2,4 milhões de assinaturas pagas através do Bumble e do Badoo.

Os dois aplicativos, adquiridos pelo fundo de investimentos Blackstone em 2019, empregam 600 pessoas em Austin (Texas) e têm escritórios em várias cidades europeias.

vmt/lo/nth/mls/rs/mvv