Mercado abrirá em 5 h 40 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.874,10
    +7,60 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    34.667,50
    +4,88 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    686,27
    +6,36 (+0,94%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.976,67
    +14,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.381,25
    +87,00 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    +0,0097 (+0,15%)
     

Apetite a risco global mantém índice ao redor dos 120 mil pontos

·1 minuto de leitura
Sede da B3

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista abriu o ano com viés positivo, com o Ibovespa orbitando os 120 mil pontos, na esteira do clima dos pregões no exterior e com expectativas de que a vacinação contra a Covid-19 no mundo referende a recuperação da economia global.

Às 10:09, o Ibovespa subia 0,34%, a 119.418,7 pontos.

"O primeiro pregão do ano começa pautado por um maior apetite ao risco, antecipando um quadro de retomada das principais economias em um contexto de estímulos fiscais e monetários sem precedentes e o avanço gradual do processo de vacinação", observou a equipe da SulAmérica Investimentos.

No último pregão de 2020, o Ibovespa chegou a ultrapassar pela primeira vez os 120 mil pontos, no melhor momento e assegurou um desempenho positivo em 2020, mas fechou a quarta-feira com recuo de 0,33%, 119.017,24 pontos.

No mercado doméstico, a SulAmérica avalia que o Ibovespa deve continuar buscando se firmar acima dos 120 mil pontos, favorecido pelo ambiente externo mais otimista, a volta dos estrangeiros e sinais de recuperação econômica doméstica, conforme email a clientes.

(Por Paula Arend Laier)