Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.105,23
    +2.035,54 (+1,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.612,43
    +15,14 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,87
    +3,61 (+5,45%)
     
  • OURO

    1.779,50
    -4,40 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    48.991,00
    +85,49 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.270,12
    +9,96 (+0,79%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.836,75
    +119,00 (+0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4166
    +0,0213 (+0,33%)
     

Apartamento pronto, pequeno e barato: esse é o maior desejo ao comprar imóvel

·2 min de leitura

Uma pesquisa da startup Loft revelou que pessoas que buscam imóveis para comprar em São Paulo querem apartamentos prontos, próximos à oferta de serviços e de transportes públicos. Além disso, buscam propriedades com menos de 100m² e com valor de até R$ 500 mil.

Leia também:

Dos participantes ouvidos, 60% escolheram por morar em um apartamento, seguido pelo desejo de ter uma casa (43%), casa em condomínio (35%) e terreno/lote (14%). Mais da metade das pessoas respondentes querem o imóvel novo e pronto para morar (51%), 35% optam por imóveis usados, 32% por imóveis na planta e 13% ainda não decidiram sobre o estado do novo lar. Já com relação a tamanho, os imóveis entre 51 a 100m² são os mais desejados, e o valor ideal é de até R$ 500 mil (60%), seguido pela faixa entre R$ 500 a 750 mil (18%).

Veja ainda:

Percebendo essa tendência de busca por imóveis prontos para morar, desde abril, a Loft oferece aos clientes modelos de apartamentos já com pequenos reparos realizados e facilidades, como pintura, restauração de piso, troca de luminárias e tomadas e limpeza completa. Em três meses, 200 imóveis de propriedade da empresa passaram pelas intervenções, o que gerou um aumento de 15% das vendas nesse período.

“Com base em pesquisas feitas com potenciais clientes, descobrimos que muitas vezes as pessoas não buscavam imóvel reformado, e sim, em um bom estado de conservação, que estivesse pronto para a pessoa se mudar e morar. E a pandemia trouxe um outro olhar das pessoas para suas casas, já que passamos muito mais tempo dentro dela, então são detalhes que, para quem procura um imóvel, fazem total diferença. Por isso, passamos a investir nesta nova modalidade de apartamentos com pequenos reparos e estamos conseguindo entregar um produto que atende a necessidade do cliente”, explicou Carol Baracat, VP de Marketing da Loft.

A conquista da casa própria e a busca por independência são os motivos mais marcados para quem quer comprar um imóvel: 42% das pessoas querem sair do aluguel, 29% querem se mudar para um espaço maior e 24% querem sair da casa dos pais.

“A compra do imóvel geralmente coincide com etapas importantes da vida adulta: conseguir independência, casamento, família crescendo. Justamente por isso a busca por um novo ritmo de vida e pela realização de sonhos é mais frequente”, comentou Carol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos