Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.581,98
    -219,23 (-0,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.118,22
    -77,21 (-0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,18
    +1,03 (+1,51%)
     
  • OURO

    1.806,50
    -8,00 (-0,44%)
     
  • BTC-USD

    40.846,50
    +1.119,67 (+2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.004,54
    +28,64 (+2,94%)
     
  • S&P500

    4.429,10
    +26,44 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.064,25
    +271,58 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.160,25
    +86,75 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1715
    +0,0532 (+0,87%)
     

Após voltar de lesão, MT tem boa atuação no meio-campo e mostra credenciais para ser titular no Vasco

·3 minuto de leitura


O Vasco necessitava da vitória para se recuperar na Série B do Brasileirão e conquistar o primeiro triunfo em São Januário. Com as mudanças de peças e na ideia de jogo, o time conseguiu superar o CRB e um jogador se destacou no meio de campo: o jovem MT. O atleta ocupou bem os espaços e com muita movimentação recompôs dando mais sustentação ao setor. Com isso, ele mostrou credenciais para ser mais aproveitado entre os titulares.

> Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


Com sete mudanças na equipe (Vanderlei testou positivo para Covid-19 e foi o oitavo), Cabo optou por modificar a ideia de jogo ao fortalecer o meio-campo (em losango, mas com variações durante a partida). Sendo assim, deu mais liberdade a Marquinhos Gabriel e Morato, e deixou a defesa menos exposta e vulnerável.

> Confira mais notícias sobre o Vasco da Gama

Na base, MT sempre atuou pelo setor, mas devido à sua qualidade com a bola no pé, o técnico da equipe sub-20, Diogo Siston, que treinou o time nos primeiros jogos da temporada, o improvisou na lateral-esquerda. Foi por ali que o camisa 32 chamou a atenção da torcida vascaína, antes mesmo da chegada de Zeca e das recentes entradas de Riquelme (Contra Bangu e agora diante do CRB).

Quando aparecia como uma boa opção, o atleta se lesionou e teve um edema ósseo por estresse na vértebra lombar L5. Ele ficou sem atuar desde o dia 21 de março, mas entrou bem durante 56 minutos contra o CRB e além de polivalente, mostrou que pode ser uma boa opção no meio. Ao lado de Bruno Gomes, ele foi um dos grandes destaques e pode ajudar a solucionar os problemas de falta de coesão e aproximação no setor.

> ATUAÇÕES: Cano, Léo Jabá e Marquinhos Gabriel marcam em goleada do Vasco e recebem as maiores notas

- A mudança de plataforma de jogo, quando estamos vivendo alguma adversidade, alguma turbulência, eu, como comandante, preciso recalcular rota. Foi isso que fiz de quarta-feira para cá. Trocamos alguns jogadores, trocamos a plataforma de jogo, fizemos uma construção de trás para frente diante do estudo que fizemos do time do CRB, que é um time que atrai muito o adversário para sair jogando com seu goleiro apoiado, que crie 40, 50m para trás. Tivemos a leitura do adversário - disse Marcelo Cabo, e completou.


- A entrada do MT foi justamente para bloquear a descida do lateral-direito deles que é muito forte. Estudamos bem. Ofertamos a eles o primeiro terço do jogo. Busquei uma compactação maior do time. E nem por causa disso deixamos de criar muitas oportunidades - analisou o comandante.

Na formação, o jovem MT atuou na meia esquerda, mas com mobilidade, transitava bem ao lado de Marquinhos Gabriel, recompondo com qualidade. Na direita, Morato brigou bastante, e fez um bom jogo taticamente. Contudo, o time precisa produzir mais para furar os bloqueios de adversários com um time mais compacto, triangulações e infiltrações.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

- Da ideia de jogo que construí, que criássemos o jogo na forma de um losango, que ele (MT) pudesse, com a bola, ser o meia esquerda da equipe e, sem a bola, encaixasse na subida no Reginaldo. Trabalhamos isso e ele cumpriu a função muito bem. Apesar do tempo de inatividade, ele suportou o máximo possível e nos entregou naqueles 60, 70 minutos, o que esperávamos - disse Cabo.

Por fim, a tendência é que Cabo mantenha as modificações no esquema diante do Cruzeiro, na quinta. Resta saber como o time irá se comportar fora de casa e se haverá evolução de um jogo para o outro. Ainda é cedo para afirmar que MT ganhou a vaga entre os titulares, porém o jovem novamente mostrou que pode ser útil e cada vez mais conquistar seu espaço no elenco vascaíno.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos