Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,52
    +0,22 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.774,80
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    34.906,79
    +1.435,12 (+4,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    842,22
    +55,61 (+7,07%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    29.093,49
    +218,26 (+0,76%)
     
  • NASDAQ

    14.346,50
    -7,75 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8617
    -0,0006 (-0,01%)
     

Após surto de coronavírus em zoológico na Índia, leoa morre de COVID

·2 minuto de leitura

A Índia enfrenta alta de casos e óbitos em decorrência do coronavírus SARS-CoV-2, o que é explicado, em partes, pela circulação da variante delta (B.1.671.2) — a variante foi identificada pela primeira vez no próprio país. Agora, na sexta-feira (4), o Zoológico de Vandalur registrou o óbito de uma leoa em decorrência da COVID-19, após surto na ala dos leões.

O surto de coronavírus foi identificado pelo zoológico na quinta-feira (2). No dia, a leoa apresentava alguns sintomas da infecção, como secreção nasal. O caso da leoa evoluiu rapidamente e o animal foi ao óbito no dia seguinte. Agora, outros felinos da espécie foram para a quarentena e estão recebendo os cuidados necessários.

Leao morre em surto de COVID-19 em zoológico da Índia (Imagem: Reprodução/Edwin_Butter/Envato Elements)
Leao morre em surto de COVID-19 em zoológico da Índia (Imagem: Reprodução/Edwin_Butter/Envato Elements)

Coronavírus em leões do zoológico

Segundo o site The Hindu, após a confirmação de que a leoa estava infectada pelo coronavírus, os outros animais da mesma ala receberam diagnóstico positivo para a doença. No total, foram nove diagnósticos para a COVID-19 e apenas dois animais testaram negativo. Segundo a equipe veterinária, cinco dos leões que testaram positivo apresentaram perda de apetite e tosse.

Para proteger os outros animais, os felinos com a COVID-19 foram transferidos para o Instituto Nacional de Doenças de Alta Segurança, onde devem permanecer em quarentena e serão cuidados por profissionais já imunizados contra a doença.

No mundo, uma série de animais já foram diagnosticados com a doença tanto os domésticos quanto os selvagens. No Brasil, por exemplo, uma gata não resistiu às complicações da COVID-19 e morreu no Rio Grande do Sul. Fora do território brasileiro, outras espécies também já adoeceram, como lontras em um aquário ou ainda uma tigresa, e ambos os casos foram relatados nos Estados Unidos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos