Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,00
    -0,36 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.820,90
    -9,00 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    35.769,53
    -164,63 (-0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    698,19
    -36,95 (-5,03%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.345,53
    -173,65 (-0,61%)
     
  • NASDAQ

    12.772,50
    -29,75 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3839
    -0,0087 (-0,14%)
     

Após renovar recorde, Ibovespa segue Wall St e fecha 1º pregão do ano em queda

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou com uma queda discreta o primeiro pregão do ano, novamente sem conseguir se sustentar acima dos 120 mil pontos, que superou mais cedo ao bater recorde intradia, com o viés de baixa em Nova York enfraquecendo as compras.

Índice de referência do mercado acionários brasileiro, o Ibovespa terminou esta segunda-feira com decréscimo de 0,15%, a 118.837,53 pontos, segundo dados preliminares, após bater 120.353,81 pontos no melhor momento.

O volume financeiro da sessão somou 27,9 bilhões de reais.

O setor de mineração e siderurgia figurou mais uma vez na ponta positiva, com Vale avançando 4,46%, enquanto bancos contrabalançaram, com Itaú Unibanco PN caindo 2,26% e Bradesco PN recuando 2,65%.

(Por Paula Arend Laier)