Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.216,61
    +1.078,80 (+2,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Após processo de Scarlett Johansson, ex-CEO da Disney aponta culpados pela crise

·2 minuto de leitura

O processo de Scarlett Johansson contra a Disney segue dando o que falar e chegando, inclusive, aos figurões de Hollywood. Tanto que o próprio ex-presidente da The Walt Disney Company, Bob Iger, teria se mostrado envergonhado com o modo como as coisas foram conduzidas e até mesmo apontado eventuais culpados por toda essa bagunça.

De acordo com o The Wrap, uma fonte dentro da própria empresa afirmou que Iger está se sentindo muito mal com todos os acontecimentos recentes e que teria culpado o seu sucessor, Bob Chapek, pela má condução do caso envolvendo o lançamento de Viúva Negra e o contrato de Scarlett Johansson.

Segundo site, Bob Iger (à esq.) teria apontado seu sucessor, Bob Chapek (à dir.), como responsável pela crise envolvendo a Viúva Negra (Imagem: Divulgação/Walt Disney Company)
Segundo site, Bob Iger (à esq.) teria apontado seu sucessor, Bob Chapek (à dir.), como responsável pela crise envolvendo a Viúva Negra (Imagem: Divulgação/Walt Disney Company)

Diante das acusações, a chefe de comunicação da Disney, Zenia Mucha, afirmou ao site que nada dessa história é verdade, mas não entrou em detalhes sobre esse mal-estar dentro da companhia. Contudo, como muita gente lembrou, teria sido a própria Mucha a responsável por publicar a carta em resposta à atriz na semana passada e que foi muito mal recebida pelo público, piorando a crise.

Apesar de não ocupar mais o cargo de CEO da empresa desde o fim de 2020, Bob Iger ainda é visto com muito respeito pela própria Disney, já que foi durante a sua gestão de 15 anos que a companhia teve um crescimento expressivo para todas as áreas do entretenimento. Foi durante os anos de 2005 e 2020 que a Casa do Mickey adquiriu o Marvel Studios, a Lucasfilm e a própria Fox.

Mais do que isso, o período também foi marcado pelo ótimo relacionamento da empresa com seus artistas, algo que vem sendo apontado como uma deficiência de Bob Chapek. E isso gera não apenas um desgaste interno, mas também externo, já que as notícias sobre a disputa judicial e a própria reação da Disney fizeram com que a opinião pública ficasse a favor de Scarlett Johansson — o que serviu também para incentivar outros atores e atrizes a cogitarem movimentos semelhantes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos