Mercado abrirá em 4 h 26 min

Após missão tripulada no espaço, Índia planeja colonizar Lua e Marte

Daniele Cavalcante

A Índia planeja enviar sua primeira viagem tripulada à órbita da Terra em breve - inclusive contará com tecnologia russa para isso. E, de acordo com o ex-presidente da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO), G Madhavan Nair, a missão Gaganyaan abrirá grandes oportunidades comerciais no setor espacial.

Nair espera que o sucesso do programa espacial indiano leve o país a entrar no ramo do turismo espacial. "É uma grande oportunidade de negócios internacionais para a Índia, pois há apenas alguns países com essa capacidade, e a Índia tem uma vantagem definitiva, pois sua tecnologia é uma das melhores e os custos são baixos", disse ele.

O país espera enviar três astronautas ao espaço usando o foguete Launch Vehicle Mark 3, da ISRO, em dezembro de 2021. Com isso, a Índia espera entrar para o quadro das grandes potências espaciais do planeta, com planos de chegar à Lua e até mesmo a Marte. "Uma vez que as viagens espaciais humanas forem realizadas, o país pode pensar em termos de colonização da Lua e depois de Marte”, disse Nair.

Launch Vehicle Mark 3, LVM3 ou GSLV-III, o veículo de lançamento espacial da Organização Indiana de Pesquisa Espacial que levará a missão Gaganyaan ao espaço (Foto: ISRO)

Explorar a Lua é algo que desperta interesse aos pesquisadores indianos. A primeira missão Chandrayaan detectou na superfície lunar a presença de grandes quantidades de Hélio-3, usado para a fissão nuclear. Nair afirma que “uma tonelada de Hélio-3 é suficiente para satisfazer as necessidades energéticas de todo o país”, afirmou Nair.

Para atingir o objetivo de levar astronautas ao espaço pela primeira vez, a Índia já está desenvolvendo seus próprios trajes espaciais e sistemas de suporte à vida para a espaçonave tripulada. O embaixador indiano na Rússia, Bala Venkatesh Varma, confirmou em 2019 que ambas as nações já estava cooperarando mutuamente e o governo indiano estabeleceu uma unidade da ISRO em Moscou.

No início de 2020, a ISRO revelou que já havia selecionado quatro astronautas para começar o treinamento para voos espaciais no final de janeiro, mas não revelou seus nomes. Enquanto os astronautas se preparam, a ISRO trabalhará no design da espaçonave e nos testes de seus sistemas. Além dos russos, a Índia também quer firmar parcerias com agências espaciais de outros lugares, como os Estados Unidos e a Europa.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: