Mercado abrirá em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,76
    -0,01 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.851,70
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    31.672,84
    -695,45 (-2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    640,23
    -36,67 (-5,42%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.683,21
    +44,36 (+0,67%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.448,25
    -27,25 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Após meses, Congresso dos EUA aprova pacote de alívio à Covid-19 de US$892 bi

Richard Cowan e Andy Sullivan
·1 minuto de leitura
Líder da maioria do Senado dos EUA, Mitch McConnell, durante sessão no Capitólio em Washington para votar pacote de alívio à Covid-19.

Por Richard Cowan e Andy Sullivan

WASHINGTON (Reuters) - O Congresso dos Estados Unidos aprovou na segunda-feira um pacote de ajuda pelo coronavírus de 892 bilhões de dólares, dando suporte à economia afetada pela pandemia depois de meses de falta de ação ao mesmo tempo em que mantém o governo federal financiado.

O presidente Donald Trump deve sancionar o projeto.

Após dias de negociações, ambas as Casas trabalharam durante a noite para aprovar o projeto --no valor de 2,3 trilhões de dólares incluindo gastos para o resto do ano fiscal-- com a Câmara aprovando primeiro e depois o Senado seguindo o exemplo várias horas depois.

O projeto de alívio ao vírus inclui pagamentos de 600 dólares à maioria dos norte-americanos e pagamentos adicionais aos milhões de pessoas que ficaram sem trabalho durante a pandemia de Covid-19, no momento em que uma rodada mais ampla de benefícios está prestes a vencer no sábado.

O pacote de estímulo, a primeira ajuda aprovada no Congresso desde abril, sai no momento em que a pandemia está acelerando nos EUA, infectando mais de 214 mil pessoas por dia e desacelerando a recuperação econômica. Mais de 317 mil norte-americanos morreram.

A presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, afirmou defender o projeto de alívio pelo vírus mesmo que ele não inclua a ajuda direta para governos estaduais e locais que os democratas buscavam. Ela disse que eles irão tentar isso novamente depois que o presidente eleito, o democrata Joe Biden, assumir o cargo em 20 de janeiro.

(Reportagem adicional de Susan Heavey e Lisa Lambert em Washington)