Mercado fechará em 2 h 58 min
  • BOVESPA

    120.572,32
    +1.275,19 (+1,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.264,71
    +761,00 (+1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,18
    +3,00 (+4,99%)
     
  • OURO

    1.737,00
    -10,60 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    63.636,91
    +172,12 (+0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.375,13
    -0,65 (-0,05%)
     
  • S&P500

    4.145,07
    +3,48 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.865,64
    +188,37 (+0,56%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    +82,29 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    13.914,00
    -61,75 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8007
    -0,0305 (-0,45%)
     

Após lesão de Pedro Castro, Botafogo apresenta queda de desempenho dentro de campo

LANCE!
·2 minuto de leitura


Um dos reforços do Botafogo para a temporada de 2021 foi o meio-campista Pedro Castro, que chegou por empréstimo da Tombense, de Minas Gerais. Apresentado pelo Alvinegro no dia 4 de março, ele já estreou - e como titular - na vitória por 3 a 0 sobre o Resende. Polivalente, Castro rapidamente se firmou na equipe alvinegra, que vinha em ascensão na temporada.

> Douglas Borges acredita que o Botafogo 'vai vir forte' para a temporada

No entanto, na partida contra o Bangu, válida pela terceira rodada do Campeonato Carioca, Pedro Castro levou a pior em uma dividida e, aos 32 minutos da primeira etapa, foi substituído. A última atualização do estado de saúde do jogador veio no dia primeiro de abril. O Botafogo informou que o meio-campista evoluía no tratamento da entorse no joelho, mas não deu prazo da volta aos gramados.

O fato é: com o desfalque de Pedro Castro, o desempenho do Botafogo dentro de campo caiu - e isso se reflete no resultado das partidas. Em três jogos com o meio-campista (contabilizando a Copa do Brasil), o Alvinegro marcou oito gols e não sofreu nenhum. Após a lesão, são cinco gols marcados e seis sofridos.

A queda de rendimento não é à toa. Como Pedro Castro mesmo disse na apresentação, ele é um jogador que pode tanto atuar mais avançado, quanto mais recuado. Dessa forma, fica evidente que a polivalência do atleta dentro de campo permite a Marcelo Chamusca mudar a forma de jogar do Botafogo, sem precisar fazer substituições.

- Costumo dizer que sou um jogador do meio do campo, independente da função que o professor escolher me colocar na partida, tanto de primeiro volante, quanto de segundo. Posso jogar até mesmo mais avançado, eu vou dar o meu melhor, também tenho a característica de ajudar no ataque, fazer aquele área a área. Então, essas são as minhas características, mas, no meu último clube tinha atuado bastante de segundo volante e de terceiro homem do meio campo - explicou Pedro Castro.

> Veja a tabela do Campeonato Carioca

O Botafogo volta a campo no próximo sábado, contra o Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira, às 21h05. A partida é válida pela nona rodada do Campeonato Carioca.