Mercado fechará em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    130.738,80
    +1.297,77 (+1,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.200,06
    -86,40 (-0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,46
    +0,55 (+0,78%)
     
  • OURO

    1.866,10
    -13,50 (-0,72%)
     
  • BTC-USD

    40.638,77
    +4.590,43 (+12,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.009,33
    +40,49 (+4,18%)
     
  • S&P500

    4.237,76
    -9,68 (-0,23%)
     
  • DOW JONES

    34.254,03
    -225,57 (-0,65%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.039,75
    +45,50 (+0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1319
    -0,0607 (-0,98%)
     

Após estimar recorde, Anec reduz previsão de exportação de soja do Brasil em maio

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de soja do Brasil devem alcançar até 14,9 milhões de toneladas em maio, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) ao reduzir sua perspectiva ante a semana anterior, quando a entidade chegou a prever recorde mensal de até 16,19 milhões.

Apesar da programação de embarque de navios nos portos indicar quase 15 milhões de toneladas, a associação divulgou também um piso para as estimativas de embarque, de 14 milhões de toneladas.

Até o momento, a máxima histórica de vendas da oleaginosa foi batida em abril, com 15,67 milhões de toneladas embarcadas, segundo dados da Anec.

Em maio de 2020, o maior produtor e exportador global de soja exportou 13,8 milhões de toneladas.

A Anec ainda elevou sua projeção para embarques de farelo de soja neste mês, de 1,8 milhão para 1,9 milhão de toneladas, e passou a ver vendas externas de 21.991 toneladas de milho. Até a semana passada não havia projeção de exportação do cereal para maio.

(Por Nayara Figueiredo)