Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,40
    +0,12 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.837,10
    +1,00 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    56.451,70
    +462,48 (+0,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,93
    +1.271,26 (+523,84%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.331,00
    -15,00 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3426
    +0,0024 (+0,04%)
     

Apesar da divulgação de PIB acima do esperado, Bolsa chinesa cai 4,8%

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar de vir acima das expectativas e fechar o segundo trimestre com aumento de 3,2%, o PIB (Produto Interno Bruto) chinês levou o índice CSI 300, que reúne as Bolsas de Xangai e Shenzhen, a recuar 4,8% na sessão desta quinta (16). Enquanto a economia da China saltou 3,2% no segundo trimestre ante mesmo período do ano anterior, melhor que previsão da Reuters, de alta de 2,5%, dados de junho mostraram as vendas no varejo caindo 1,8%, ante expectativa de aumento de 0,3%. O desempenho no segundo trimestre não foi suficiente para repor as perdas registradas no trimestre anterior, quando a economia chinesa sofreu um tombo recorde de 6,8%. No agregado semestral, o PIB da China caiu 1,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com o Escritório Nacional de Estatística do país. Investidores interpretam a recuperação econômica dos últimos meses como um efeito de grandes incentivos estatais e não da volta do consumo, e acreditam que, com os resultados positivos, o auxílio governamental deve diminuir. A leitura levou a uma grande realização de lucros na Bolsa, o que fez o índice chinês ter a maior queda em cinco meses. A Bolsa brasileira acompanha o viés negativo e cai 0,6% na manhã desta quinta, a 101 mil pontos. Nos Estados Unidos, Dow Jones cai 0,2%, S&P 500, 0,6% e Nasdaq, 0,9%.