Mercado abrirá em 5 h 21 min

Após concessão do governo, caminhoneiros avisam que vão extinguir grupos de mobilização

PAULA SOPRANA E FILIPE OLIVEIRA
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 28.05.2019 - O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. (Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1738946

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, anunciar que revogou a nova tabela de frete, que revoltou a categoria desde a quinta-feira (18), um dos organizadores dos mais de 15 grupos de WhatsApp avisou na manhã desta segunda-feira (22) que "os grupos serão extintos".

Em áudio, caminhoneiros celebraram a revogação.

Criados para organizar um ato de paralisação marcado para esta segunda, que chegou a concentrar motoristas em alguns pontos do Brasil, os grupos de WhatsApp dos caminhoneiros chegaram a reunir mais de 2 mil motoristas.

Conforme antecipou a Folha, o ministro revogou a tabela. Afirmou nesta segunda que passa a valer a tabela de janeiro.