Mercado abrirá em 3 h 48 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    -0,44 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.766,80
    +10,10 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    47.878,73
    -242,28 (-0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.222,83
    -10,46 (-0,85%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.052,76
    +25,28 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.517,00
    -0,75 (-0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2050
    +0,0202 (+0,33%)
     

Após Bronze histórico em Tóquio, Luisa Stefani vence a 1ª em San Jose

·2 minuto de leitura


Luisa Stefani, 23ª do mundo, que vem da histórica medalha de Bronze em Tóquio, no Japão, ao lado de Laura Pigossi, estreou com vitória, nesta quarta-feira, no WTA 500 de San Jose, na Califórnia, evento sobre o piso duro com premiação de US$ 565 mil.

Luisa, que chegou em San Jose no fim do dia de segunda-feira após viagem longa do Japão e fez apenas dois treinos no local, estreou a nova parceria com a canadense Gabriela Dabrowski, 14ª do mundo, e as duas derrotaram a dupla da australiana Anastasia Rodionova e da americana Kaitlyn Christian por 7/5 3/6 12/10.


A atleta, que tem o patrocínio do Banco BRB e os apoios da Fila, CBT, HEAD, Saddlebrook Academy, Tennis Warehouse e Liga Tênis 10, abriu 9 a 6 no match tie-break, viu as rivais virarem para 10 a 9, salvou um match-point e liquidou a fatura na quarta oportunidade.

Luisa e Dabrowski já jogaram juntas no fim de 2020 sendo vice-campeãs no WTA 500 de Ostrava, na República Tcheca. A parceira habitual de Luisa, a americana Hayley Carter, machucou o pé e ficará fora até o final a temporada, o que fez com que a paulistana acertasse sua nova parceria com a canadense.

A brasileira agora enfrenta nas quartas de final as vencedoras do duelo entre as holandesas Lesley Kerkhove e Rosalin Van der Hoek e a dupla americana formada por Ashlyn Krueger e Robin Montgomery, duelo que ocorre apenas na madrugada desta quinta-feira. Luisa ainda aguarda a programação para saber se joga nesta quinta ou apenas na sexta-feira.

Luisa tem 23 anos e vem fazendo história no tênis feminino nacional. Além deste resultado olímpico, ela é a melhor ranqueada do País, com o 23º lugar, desde que o sistema da WTA foi criado em 1975, somando dois títulos e mais seis finais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos