Mercado fechado

Após anúncio do PlayStation 5, dezenas de funcionários são demitidos da Sony

Natalie Rosa

Junto ao anúncio do lançamento oficial do PlayStation 5 no ano que vem, a Sony Interactive Entertainment Europe teria também dispensado dezenas de funcionários.

As informações são do site Video Games Chronicle, que revela ainda que a medida faz parte de uma tentativa de unificar vários braços do setor, visto que cada um deles conta com equipes de marketing diferentes.

Em publicação no Twitter, um dos agora ex-funcionários (@JC_Art_) lamentou a decisão na última terça-feira (8): "Detesto o fato de que isso vai ser abafado com o anúncio do #PS5".

Renderização do que pode ser o novo visual do PlayStation 5 (Imagem: Render/Let's Go Digital)

O tweet já foi apagado, mas outros foram publicados nesta quarta (9), com ele afirmando que adorou trabalhar para o PlayStation, e que um "grupo de pessoas talentosas e apaixonadas está procurando trabalho", entre coordenadores, gerentes e designers.


O ex-funcionário diz também que lamenta ainda mais as demissões por ter sido um lugar incrível de trabalhar. Recentemente, outra mudança aconteceu na companhia, quando Shawn Layden, presidente da PlayStation Worldwide Studios, anunciou que estaria renunciando ao cargo após 32 anos.

Mas o futuro de quem foi demitido da Sony pode ser previsível: ir para a sua maior concorrente no mercado de consoles, a Microsoft. Após saber dos cargos perdidos, Aaron Greenberg, que trabalha na divisão Xbox, avisou que a companhia está com diversas vagas abertas para Seattle.


"Sinto muito pela notícia, se vocês estiverem abertos a virem para Seattle, nós temos algumas vagas abertas. Se eu puder fazer qualquer coisa para ajudar quem for da indústria e tiver sido impactado, por favor me avisem", disse Greenberg no Twitter.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: