Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.187,95
    +4.155,00 (+9,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Após 17 anos, JEB’s são retomados e vão reunir mais de seis mil estudantes-atletas no Rio de Janeiro

·3 min de leitura


A principal competição do desporto escolar brasileira será retomada após um intervalo de 17 anos. Os Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s) vão reunir mais de seis mil estudantes-atletas entre 29 de outubro e 5 de novembro, no Rio de Janeiro. Haverá disputas oficiais em 17 modalidades. Levando em conta delegados, técnicos, árbitros e pessoal de organização, o evento reúne quase sete mil pessoas.

A competição é aberta a estudantes de 12 a 14 anos e terá representantes das 27 Unidades da Federação. Os meninos e meninas vão disputar as medalhas em atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling, ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo. Além disso, haverá disputas de skate, escalada, dança, curling e polo aquático como modalidades demonstrativas.

Quinze das 17 modalidades terão como palco o Parque Olímpico da Barra, criado para abrigar a maioria das competições dos Jogos Rio 2016. Serão usadas nos JEB’s as Arenas Cariocas 1, 2 e 3, o Velódromo, o Centro Olímpico de Tênis, o Complexo Aquático Maria Lenk e instalações temporárias erguidas nas áreas comuns do parque.

As provas de atletismo serão no Cefan, instituição da Marinha do Brasil reformada para os Jogos Rio 2016, e o basquete na Arena da Juventude, construída no Complexo Olímpico de Deodoro para os Jogos Rio 2016 e sob gestão do Exército Brasileiro.

Inversão da pirâmide

Os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, e marcam um momento de retomada do desporto escolar no país, que passou a trabalhar a inversão da pirâmide do desporto nacional, com valorização do desporto de base.

-Valorizar e incentivar a prática esportiva nas escolas e o esporte de base em nosso país é a prioridade do Governo Federal. Desde o final de julho de 2020 nós e a Confederação Brasileira de Desporto Escolar temos trabalhado em parceria para que a retomada dos JEB’s seja um marco. Tenho certeza de que será- disse Marcelo Magalhães, o secretário especial do esporte do Ministério da Cidadania.

Dentro dessa perspectiva de retomada, a edição de 2022 dos JEB’s será classificatória para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que também serão no Brasil, e em 2023 o país receberá os Jogos Mundiais Escolares Sub-15.

-Sempre tivemos o plano de voltar a realizar os JEB’s. Entendemos que se trata de uma competição de enorme tradição e que marcou a vida de milhares de pessoas, mas sempre esbarrávamos na falta de apoio. Dessa vez foi diferente. Essa edição dos JEB’s abre uma nova era na história da competição e temos certeza de que será a primeira de muitas- afirmou o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho.

Aberto ao público

Em função de decreto editado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, a competição poderá ter público até o limite de 50% da capacidade das arenas. Os torcedores precisam apresentar esquema vacinal completo. Por “esquema vacinal completo” entende-se o grupo formado por idosos acima de 60 anos que já tenham tomado a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, após 14 dias da aplicação, e por pessoas entre 15 e 59 anos, de acordo com o calendário de vacinação (primeira dose, segunda dose ou dose única), também após duas semanas desde a imunização.

Embaixadores dos Jebs

Um dos destaques dos JEB’s é o time estelar de embaixadores do megaevento, composto por 30 esportistas de grande relevância no cenário internacional. São dez campeões olímpicos, como Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Rebeca Andrade (ginástica artística), Giba (vôlei) e Joaquim Cruz (Atletismo), além de Daniel Dias, principal medalhista brasileiro na história dos Jogos Paralímpicos.

A lista conta ainda com campeões mundiais em diversas modalidades, como Natália Falavigna (taekwondo), Daiane dos Santos (ginástica artística), Helen Luz (basquete) e Mayra Aguiar (judô), além da estrela do futsal Falcão, Nenê Hilário (17 anos pela NBA), Sandro Dias (multicampeão no skate) e José Aldo (bicampeão do UFC).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos