Mercado fechará em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    113.973,74
    -1.088,80 (-0,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,05
    -0,56 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.758,90
    -35,90 (-2,00%)
     
  • BTC-USD

    47.702,29
    -387,26 (-0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.226,61
    -6,68 (-0,54%)
     
  • S&P500

    4.448,12
    -32,58 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    34.591,66
    -222,73 (-0,64%)
     
  • FTSE

    7.033,96
    +17,47 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.406,00
    -98,00 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1734
    -0,0226 (-0,36%)
     

Após óbito de criança com o vírus Nipah, Índia se prepara contra possível surto

·2 minuto de leitura

No Sul da Índia, o estado de Kerala registrou o óbito de um adolescente, com 12 anos, em decorrência da infecção causada pelo vírus raro e mortal Nipah (NiV). Agora, as autoridades de saúde da região organizam esforços para conter um possível surto do agente infeccioso. Em paralelo, o estado registra o maior número de novos casos diários da covid-19 de todo o país.

O óbito foi registrado no último domingo (12) e, desde então, o estado entrou em alerta máximo contra possíveis casos suspeitos do vírus Nipah. Inclusive, foi iniciado o rastreamento de centenas de contatos próximos da criança e o isolamento das mesmas.

Vírus raro e mortal é responsável por óbito de jovem na Índia (Imagem: Reprodução/Rigel/Unsplash)
Vírus raro e mortal é responsável por óbito de jovem na Índia (Imagem: Reprodução/Rigel/Unsplash)

Conheça o vírus Nipah

Identificado pela primeira vez durante um surto do final dos anos 1990 na Malásia, o vírus Nipah pode ser transmitido por morcegos que se alimentam de frutas e por porcos. A transmissão também pode ocorrer através do consumo de alimentos contaminados ou pelo contato direto entre humanos. No estado indiano de Kerala, o primeiro caso foi confirmado em 2018, quando 12 pessoas morreram.

Atualmente, não existe vacina ou tratamentos antivirais específicos contra este vírus. Dessa forma, o atendimento médico é voltado para os sintomas da infecção. Os pacientes contaminados podem relatar febres prolongadas, convulsões e vômitos.

Além disso, este agente infeccioso tem uma elevada taxa de mortalidade, que é estimada entre 40% e 75%, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dessa forma, ele é muito mais mortal que o coronavírus SARS-CoV-2, considerada com uma taxa inferior a 2%.

Investigação de possíveis casos da infecção na Índia

Nesta terça-feira (13), o ministro da Saúde do estado indiano anunciou que as amostras de oito contatos primários do garoto deram negativo para a infecção do Nipah. "O teste negativo desses oito contatos imediatos é um grande alívio", afirmou o governador Veena George.

Também foi anunciado que mais amostras serão testadas, somando 48 contatos mais próximos do caso. Agora, as autoridades devem manter a vigilância e investigar os contatos secundários do paciente. Em paralelo, o estado foi orientado a reforçar a infraestrutura de saúde no caso de mais registros ou de possíveis alertas em distritos vizinhos.

Atualmente, o estado é responsável pelo maior número de casos diários da covid-19 em toda a Índia. Na segunda-feira (13), Kerala registrou quase 20 mil novas infecções de um total de 31.222 em todo o país.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos