Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.033,91
    -650,08 (-1,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Ao menos 10 mil MEIs caíram em golpes na pandemia; aprenda a se proteger

·2 minuto de leitura
Ao menos 10 mil MEIs caíram em golpes durante a pandemia; veja como se proteger
Ao menos 10 mil MEIs caíram em golpes durante a pandemia; veja como se proteger
  • Boletos injustos, sites não oficiais e falsas atualizações de cadastro são algumas das armadilhas.

  • Cobranças aos MEIs variavam de R$ 300 a R$ 500;

  • Verifique se está acessando um canal oficial do governo antes de inserir seus dados pessoais;

Entre janeiro de 2020 e julho de 2021, o site Reclame Aqui recebeu 10.017 queixas sobre golpes ou tentativas de fraudes aos profissionais que passaram a trabalhar por conta própria e procuraram a formalização se registrando com Microempreendedor Individual (MEI). As reclamações relatavam tentativas de pessoas que inseriram os dados em sites de empresas e depois receberam cobranças que variavam de R$ 300 a R$ 500. A Agência O Globo publicou em seu site algumas sugestões para evitar as ocorrências.

O diretor executivo do site, Edu Neves, disse que os golpistas tentam se aproveitar de um momento em que as buscas para se tornar MEI cresceram para disseminar as fraudes. Além disso, neste período, o governo migrou o site oficial de registro para os microempreendedores individuais.Antes o site oficial se chamava Portal do Empreendedor, mas depois que o governo federal retirou a expressão “Portal do Empreendedor” de seu URL, surgiram inúmeros sites parecidos que confundiram os interessados. A mudança foi feita em dezembro do ano passado, quando o endereço oficial passou a ser gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor.

Leia também:

O link do site passou a aparecer em primeiro lugar em sites de busca, como o Google, somente no mês passado."Os golpistas colocaram os domínios muito bem posicionados nos sites de busca. Quando o governo deixou de se denominar "portal do empreendedor", os outros sites deixam de ter o governo como concorrente. Essa foi uma etapa que os golpistas nadaram de braçada", explica Neves.

Evite golpes:

  • O registro e geração do CNPJ como Microempreendedor Individual são feitos pelo site oficial do governo.O serviço é gratuito;

  • A única obrigação de pagamento é o DAS, Documento de Arrecadação do Simples Nacional. O boleto deve ser pago mensalmente através de uma guia de pagamento que unifica todos os impostos que devem ser pagos por empreendedores que optaram pelo regime tributário Simples Nacional;

  • Para os MEIs, a emissão de boleto do DAS deve ser realizada exclusivamente pelo site www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor , não pague cobranças vindas de outros locais;

  • A Receita Federal não solicita dados por e-mail, não clique em links, nem em anexos enviados por este meio. A Receita disponibiliza diversos serviços no portal e-cac (www.gov.br/receitafederal/pt-br), que permite ao MEI verificar sua situação fiscal;

  • Desconfie de propostas que pedem pagamento para a formalização, já que o processo é gratuito. Também não acredite em mensagens solicitando atualização de cadastro clicando em links encaminhados;

  • Verifique se está acessando um canal oficial do governo antes de realizar cadastros e de inserir seus dados pessoais;

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos