Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,44
    +0,14 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.775,20
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    34.874,91
    +1.405,35 (+4,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    841,49
    +54,87 (+6,98%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    29.094,14
    +218,91 (+0,76%)
     
  • NASDAQ

    14.349,75
    -4,50 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8617
    -0,0006 (-0,01%)
     

Anvisa permite novas condições de armazenamento para vacina da Pfizer

·1 minuto de leitura
Anvisa permite novas condições de armazenamento para vacina da Pfizer
Anvisa permite novas condições de armazenamento para vacina da Pfizer

Um dos maiores desafios da vacina da Pfizer está em sua logística de transporte, já que o imunizante precisa ser mantido em temperaturas muito baixas. Nessa sexta-feira (28), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu novas diretrizes para o armazenamento do produto.

Agora, a vacina pode ser deixada em temperatura controlada entre 2ºC e 8ºC por até 31 dias. Anteriormente, a recomendação para essa temperatura era de apenas cinco dias. Apesar disso, a Anvisa garante que novos estudos permitiram o armazenamento por mais tempo.

Condições da vacina da Pfizer

“Para aprovar as novas condições, a equipe técnica da Anvisa avaliou os estudos de estabilidade apresentados pelo laboratório desenvolvedor da vacina. Os estudos de estabilidade servem para definir por quanto tempo e em quais condições a vacina mantém suas características sem alteração”, diz a nota divulgada pela entidade.

vacina da pfizer
Imagem: Giovanni Cancemi/Shutterstock

Além da Anvisa, os órgãos reguladores dos Estados Unidos e da União Europeia também aprovaram a mudança no armazenamento da vacina da Pfizer. Com a nova recomendação, o imunizante vai poder chegar em mais cidades brasileiras e de forma mais fácil.

Leia também!

Até o momento, a vacina da Pfizer estava com a sua aplicação restrita apenas para as capitais, onde o transporte era mais rápido. Na quarta-feira (26), o Ministério da Saúde autorizou a distribuição para outras cidades mais distantes dos grandes centros urbanos.

“As cidades elegíveis passaram pela verificação de critérios técnicos, como o distanciamento de até 2h30 da capital do estado, considerando as particularidades que envolvem o armazenamento da vacina durante o transporte”, explicou a pasta.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos