Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,23 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,34 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,09
    +2,26 (+3,54%)
     
  • OURO

    1.698,50
    -2,20 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    50.697,12
    +2.299,29 (+4,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,20 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Anvisa concede certificado de boas práticas às farmacêuticas Pfizer e Janssen

·1 minuto de leitura
Foto: HATIM KAGHAT / STR

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta terça-feira, o Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF) à farmacêutica Pfizer e a uma das empresas vinculadas à Janssen, subsidiária belga da Johnson & Johnson. O documento é um dos requisitos para obtenção de registro ou autorização emergencial de uso para vacinas no Brasil. Nenhuma das duas empresas, no entanto, solicitou até o momento registro ou autorização emergencial de uso para suas vacinas contra a Covid-19.

O certificado é concedido após análise das condições de fabricação das empresas produtoras da vacina. Essas companhias devem estar de acordo com as normas de segurança e qualidade estabelecidas pela Anvisa.

A Pfizer possui quatro empresas envolvidas no processo de fabricação. Em dezembro, a Anvisa já havia concluído análise de três delas. Agora, com a última empresa avaliada, foi concedido o certificado.

A Janssen também obteve a certificação da Anvisa nesta terça-feira para a segunda empresa de sua cadeia produtiva. Agora apenas uma das empresas está com a certificação pendente. No total, três empresas vinculadas à Janssen produzem o imunizante, que é testado no Brasil.

Segundo a Anvisa, a verificação do cumprimento das boas práticas de fabricação de medicamentos durante a pandemia pode ser realizada por meio de dois diferentes mecanismos: inspeção realizada pela Anvisa ou por meio de relatórios de inspeção elaborados por autoridades reguladoras com equivalência regulatória à brasileira.

No caso da Pfizer, os dois tipos de procedimentos foram utilizados. Já a Janssen, tem sido avaliada pela Anvisa a partir dos relatórios de inspeção de autoridades equivalentes.