Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,26
    +0,38 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.869,10
    +3,20 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    40.581,89
    +1.607,21 (+4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.014,55
    +45,71 (+4,72%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.374,61
    +212,81 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    14.144,75
    +20,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1441
    +0,0126 (+0,21%)
     

Anvisa avalia pedido da Pfizer para vacina a partir de 12 anos

·1 minuto de leitura
Anvisa avalia pedido da Pfizer para vacina a partir de 12 anos
Anvisa avalia pedido da Pfizer para vacina a partir de 12 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pretende decidir até o dia 12 de junho se a vacina Comirnaty, da Pfizer/BioNTech, pode ser usada em adolescentes dentre os 12 a 15 anos. No momento, a bula do imunizante apenas inclui jovens a partir de 16 anos, por outro lado, o Ministério da Saúde só autoriza a vacinação de pessoas maiores de idade.

“A utilização e disponibilização da vacina no país segue sob os critérios de recomendação do Programa Nacional de Imunizações, incluindo os grupos prioritários para a vacinação e suas idades”, informou o laboratório, através de uma nota.

De acordo com a Pfizer, toda a documentação necessária foi protocolada junto à agência. As pesquisas planejam atestar tanto a segurança como a eficiência do imunizante em adolescentes. A solicitação foi realizada em 13 de maio e possui o prazo de até 30 dias para resposta.

Além disso, na última sexta-feira, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), da União Europeia autorizou o uso da Comirnaty em duas doses com três semanas de intervalo para os jovens de 12 a 15 anos.

A partir do próximo mês, países como Itália e Alemanha podem imunizar os adolescentes. Já em locais como Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA) e a Health Canadá já haviam aprovado o uso dentro dessa faixa etária.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!