Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,63
    -0,52 (-0,72%)
     
  • OURO

    1.819,20
    -42,20 (-2,27%)
     
  • BTC-USD

    38.710,23
    -1.065,19 (-2,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    960,20
    -32,27 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    28.992,25
    -298,76 (-1,02%)
     
  • NASDAQ

    13.866,00
    -115,25 (-0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0739
    +0,0119 (+0,20%)
     

Anvisa autoriza testes do soro Butantan em humanos

·2 minuto de leitura
Anvisa autoriza testes do soro Butantan em humanos
Anvisa autoriza testes do soro Butantan em humanos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta terça-feira (25) o início dos testes do soro anti-SARS-CoV-2 em humanos. A autorização vem após o Instituto instaurar um novo protocolo clínico para o estudo.

O órgão já havia liberado os testes em 24 de março, mas exigiu antes a assinatura de um Termo de Compromisso que pedia informações complementares sobre o produto, que não estava disponível no momento. Agora, com as adequações necessárias, os testes poderão efetivamente ter início.

Desenvolvido pelo Instituto Butantan, até agora o ‘soro anticovid’ só havia sido experimentado em animais e, por isso, requer uma avaliação criteriosa dos aspectos técnicos e de segurança do produto. Devido ao desenvolvimento do soro e testes estarem sendo feitos apenas no Brasil, somente a Anvisa avaliou integralmente a proposta, sem a participação de agências estrangeiras.

Leia mais!

O pedido da aprovação do ‘soro anticovid’ foi enviado à Anvisa no início do mês de março e a informação foi divulgada em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes pelo governador de São Paulo, João Doria, e pelo diretor do Butantan, Dimas Covas.

Segundo Doria, “o soro tem potencial para evitar o agravamento dos sintomas e curar os contaminados pela Covid-19”, tratando a doença, enquanto a vacina busca prevenir a infecção.

“O soro já demonstrou em testes pré-clínicos que é seguro e efetivo em dois tipos de estudos animais. Isso se complementa à expertise do Butantan na produção de outros soros. O Butantan, nesse momento, é responsável pelo fornecimento de 100% dos soros do Brasil”, acrescentou Dimas.

De acordo com os resultados dos testes em animais, aqueles que receberam o vírus inativado, produziram anticorpos contra a covid-19.

Fonte: Anvisa

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos