Mercado fechado
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,26
    -0,30 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.809,10
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    38.279,92
    -1.470,11 (-3,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,62
    -8,82 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.523,76
    -118,07 (-0,43%)
     
  • NASDAQ

    15.034,25
    -12,00 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1731
    +0,0076 (+0,12%)
     

Anvisa autoriza mais 7 Estados a importarem doses da Sputnik V

·1 minuto de leitura
Sede da Anvisa em Brasília

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou na terça-feira mais sete Estados a importarem doses da vacina russa contra Covid-19 Sputnik V nas mesmas condições controladas que havia estabelecido para outras unidades da Federação no início deste mês.

Com a decisão, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás poderão importar doses do imunizante desenvolvido pelo Instituto Gamaleya, de Moscou. As doses poderão ser aplicadas em somente 1% da população desses Estados para permitir o monitoramento da vacina pela Anvisa e uma ação imediata da agência caso necessário.

"A Anvisa receberá relatórios periódicos de avaliação benefício-risco da vacina; a vacina deverá ser utilizada em condições controladas com condução de estudo de efetividade, com delineamento acordado com a Anvisa e executado conforme Boas Práticas Clínicas; a Anvisa poderá, a qualquer momento, suspender a importação, distribuição e uso das vacinas importadas", disse o órgão regulador em nota.

A Anvisa determinou que o Amapá poderá importar 17 mil doses da vacina, Rio Grande do Norte e Mato Grosso 71 mil doses cada, Rondônia 36 mil doses, Paraíba 81 mil, Goiás 142 mil e Pará 174 mil.

Em decisão tomada por sua diretoria colegiada em 4 de junho, a Anvisa autorizou, com condições, a importação de doses da Sputnik V após inicialmente rejeitar o pedido feito por Estados do Nordeste, alegando questões de segurança com o imunizante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos