Mercado fechará em 3 h 36 min
  • BOVESPA

    122.512,82
    -2,92 (-0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.144,87
    +275,39 (+0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,76
    -0,50 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.813,20
    -9,00 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    38.140,34
    -1.783,84 (-4,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    931,09
    -12,35 (-1,31%)
     
  • S&P500

    4.403,72
    +16,56 (+0,38%)
     
  • DOW JONES

    34.977,21
    +139,05 (+0,40%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.999,50
    +46,75 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2025
    +0,0584 (+0,95%)
     

Anvisa autoriza estudo sobre dose de reforço da Pfizer contra Covid

·1 minuto de leitura
Vacinação contra Covid-19

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira o estudo clínico para testar uma possível dose de reforço que poderia ser usada como complemento da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech.

Segundo o comunicado, nos testes será usado o imunizante Cominaryt, da Wyeth/Pfizer. A previsão é recrutar 443 participantes no centro clínico do Hospital Santo Antônio da Associação Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador (BA), e outros 442 participantes no Centro Paulista de Investigação Clínica e Serviços Médicos, em São Paulo (SP).

A agência disse que o estudo quer incluir participantes com 16 ou mais anos de idade, do sexo masculino e feminino, que já tomaram as duas doses de vacina ainda na fase de testes pelo menos 6 meses antes de receber a dose de reforço.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos