Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    29.018,98
    +274,10 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Anvisa aprova novos produtos à base de cannabis e supera antigo limite de THC

Em abril, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o 15º produto à base de Cannabis. No entanto, nesta quinta (12), a lista não apenas ganhou novos integrantes como também ultrapassou antigos limites, já que o extrato GreenCare traz uma concentração de THC (tetra-hidrocarbinol) maior que 0,2%.

Acontece que o THC é a principal substância psicoactiva encontrada nas plantas, e até então, a agência autorizava a comercialização apenas de produtos com THC residual. Além do extrato de Cannabis sativa Greencare (160,32 mg/mL), a Anvisa também autorizou o extrato Mantecorp Farmasa em duas dosagens: 160,32 mg/mL e 79,14 mg/mL. As atualizações foram publicadas pelo Diário Oficial da União.

Na prática, esses três novos produtos da lista de autorizados pela Anvisa serão fabricados na Colômbia e comercializados no Brasil como solução em gotas, para uso oral. Esse limite de 0,2% é o mesmo estabelecido por países da Europa, mas nos EUA, os medicamentos podem ter até 0,3% de concentração de THC.

De acordo com a Autorização Sanitária de Produtos de Cannabis, "os produtos de Cannabis poderão conter teor de THC acima de 0,2%, desde que sejam destinados a cuidados paliativos exclusivamente para pacientes sem outras alternativas terapêuticas e em situações clínicas irreversíveis ou terminais".

Produtos à base de cannabis aprovados no Brasil

Anvisa já chegou a aprovar 18 produtos à base de Cannabis no Brasil (Imagem: Twenty20photos/Envato)
Anvisa já chegou a aprovar 18 produtos à base de Cannabis no Brasil (Imagem: Twenty20photos/Envato)

Por enquanto, a lista completa e atualizada de produtos à base de Cannabis com comercialização no Brasil autorizada pela Anvisa é a seguinte:

  • Canabidiol Active Pharmaceutical (20 mg/ml)

  • Canabidiol Prati-Donaduzzi (20 mg/ml; 50 mg/ml e 200 mg/ml)

  • Canabidiol NuNature (17,18 mg/ml)

  • Canabidiol NuNature (34,36 mg/ml)

  • Canabidiol Farmanguinhos (200 mg/ml)

  • Canabidiol Verdemed (50 mg/ml)

  • Canabidiol Belcher (150 mg/ml)

  • Canabidiol Aura Pharma (50 mg/ml)

  • Canabidiol Greencare (23,75 mg/ml)

  • Canabidiol Verdemed (23,75 mg/ml)

  • Extrato de Cannabis sativa Promediol (200 mg/ml)

  • Extrato de Cannabis sativa Zion Medpharma (200 mg/ml)

  • Extrato de Cannabis sativa Alafiamed (200 mg/mL)

  • Extrato de Cannabis sativa Greencare (79,14 mg/ml)

  • Extrato de Cannabis sativa Ease Labs (79,14 mg/ml)

  • Extrato de Cannabis sativa Greencare (160,32 mg/mL)

  • Extrato de Cannabis sativa Mantecorp Farmasa (160,32 mg/mL)

  • Extrato de Cannabis sativa Mantecorp Farmasa (79,14 mg/mL)

A cannabis medicinal já vem ganhando espaço há algum tempo, e protagonizando diversos estudos que destacam benefícios, como a proteção de células cerebrais contra danos oxidativos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos