Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.950,34
    +408,52 (+1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Antiga mina de sal na Polônia se transforma em local de terapia pós-covid

·3 minuto de leitura

Movendo-se com grande entusiasmo ao ritmo de "Girls Just Want To Have Fun", de Cindy Lauper, um grupo de poloneses combate os sintomas que persistem após terem covid-19.

Esta não é uma sessão de exercício normal de condicionamento físico.

A cena se passa 130 metros abaixo do solo, próximo a um lago de salmoura verde-escuro em uma mina de sal no sul da Polônia, que remonta ao século XIII.

"Quando cheguei aqui adorei o lugar", confidenciou à AFP Jadwiga Nowak, enquanto outros participantes da atividade levantavam bolas de pilates, pedalavam bicicletas ergométricas, ou corriam.

"Percebi esta atmosfera, esta calma, este silêncio e este ar completamente diferente da superfície. Há magia aqui!", comentou esta senhora de 60 anos, que ficou hospitalizada e ligada a um respirador durante 16 dias, em outubro de 2020.

Uma das minas de sal mais antigas do mundo, Wieliczka é um Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Ao longo dos séculos, os mineiros transformaram-na em uma obra de arte única, esculpindo um labirinto de túneis que levam a câmaras e capelas iluminadas por lustres de sal.

Este local é uma atração turística, mas também um spa onde pacientes com problemas pulmonares se tratam há quase 200 anos.

Agora, também recebe pacientes pós-covid encaminhados pela rede pública para internações de três semanas, bem como clientes particulares.

- Psicoterapia e realidade virtual -

Os pacientes descem o antigo poço da mina em um elevador para 10 ou 15 pessoas e caminham por túneis de sal, ao longo de trilhos outrora percorridos por trens de mineração.

Uma vez dentro da câmara do Lago Wessel, com cerca de 15 metros de altura e coberta por terraços de madeira, praticam exercícios de respiração e alongamento, sob a supervisão de um médico.

"Em geral, os pacientes que sofreram de covid têm sintomas muito mais graves do que os asmáticos normais. Mas os pacientes pós-covid podem recuperar sua saúde normal. A média é uma melhora entre 60% e 80% em seus testes físicos", diz a fisioterapeuta Agata Kita.

Os cientistas consideram que entre 10% e 15% dos ex-pacientes contraem uma "covid longa", com sintomas de fadiga, redução da concentração, dores no corpo e problemas respiratórios.

A Polônia lidera o caminho em programas de reabilitação e em pesquisa sobre a "covid longa", lançando sua primeira instalação para pacientes pós-covid em setembro passado.

No hospital Glucholazy - fronteira com a República Tcheca -, uma das primeiras instalações desse tipo, os pacientes fazem de tudo: desde psicoterapia até jogos de realidade virtual.

Os médicos encontraram mais de 50 sintomas físicos e psicológicos persistentes pós-covid.

"Além dos sintomas pulmonares, eles sofrem de dores musculares e articulares, problemas de equilíbrio e de coordenação, perda de memória e concentração e sintomas relacionados ao estresse e à depressão", explicou Jan Szczegielniak, da Glucholazy, à AFP.

- Ar puro -

Em Wieliczka, a grande câmara ecoa os exercícios de respiração ruidosos.

Com suas pequenas alcovas perfuradas na rocha, o lugar se assemelha a um teatro surrealista.

Em um canto, alguns pacientes sopram bolhas de sabão, ou pequenos moinhos de vento de brinquedo, para testar sua respiração.

Há muito riso durante os exercícios dos pacientes, a maioria com mais de 60 anos.

A terapia com sal, ou haloterapia, é muito popular na Europa Central e do Leste, embora os cientistas estejam divididos quanto aos seus benefícios. Alguns acreditam que ela tem apenas um efeito placebo.

Para Magdalena Ramatowska, médica em Wieliczka, a estada na mina tem efeitos benéficos.

"Principalmente porque aqui o ar é puro. Sem alérgenos. Esse ambiente é excelente para o trato respiratório. Tem muita umidade, pouca corrente e muito ar salino, que combate inflamações e bactérias", indicou.

dt/mas/bo/age/mr/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos