Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.302,65
    -43,98 (-0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Antes de caminhoneiros, transportadores vão iniciar greve nesta quinta-feira (21)

·2 min de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - OCTOBER 15: A fuel truck is parked at Petrobras gas station at the south zone of Rio de Janeiro on October 15, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. President Jair Bolsonaro said on a radio interview on Thursday that he analyses to privatize state-controlled oil company Petrobras that is under pressure to lower fuel prices. On Wednesday, Economy Minister Paulo Guedes had suggested the government could sell part of its controlling stakes within a decade to fund welfare programs. (Photo by Wagner Meier/Getty Images)
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - OCTOBER 15: A fuel truck is parked at Petrobras gas station at the south zone of Rio de Janeiro on October 15, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. President Jair Bolsonaro said on a radio interview on Thursday that he analyses to privatize state-controlled oil company Petrobras that is under pressure to lower fuel prices. On Wednesday, Economy Minister Paulo Guedes had suggested the government could sell part of its controlling stakes within a decade to fund welfare programs. (Photo by Wagner Meier/Getty Images)
  • Informação foi confirmada pelo presidente Associtanque-RJ;

  • Motivos são a alta do preço dos combustíveis, pneus e outros insumos;

  • Além dos tanqueiros do Rio, os de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo também vão aderir.

A greve dos caminhoneiros já foi confirmada para o dia 1° de novembro, caso não haja resposta efetiva do governo aos direitos dos caminhoneiros autônomos. Porém, a alta dos combustíveis e os aumentos dos preços de pneus e outros insumos são motivos para que os tanqueiros (motoristas que transportam combustíveis) parem já na madrugada desta quinta-feira (21). As informações são do Estradão (Estadão.com).

A informação foi confirmada pelo presidente da Associação das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados do Petróleo do Rio de Janeiro (Associtanque-RJ). Segundo a associação, tanqueiros do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo também devem aderir.

Leia também:

Caminhoneiros alertam para falta de diesel no país

Entidades representantes dos caminhoneiros alertam para um possível desabastecimento de combustíveis por conta de cortes da Petrobras às distribuidoras. Um comunicado enviado pela Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Autônomos (Abrava) informa aos motoristas que a diminuição da oferta nos postos fará os autônomos sofrerem com novos aumentos. O caso pode aumentar o risco de greve no país.

A nota informa que diversas filiadas receberam "comunicados da Petrobras onde foram informadas de cortes unilaterais nos pedidos feitos para o fornecimento de gasolina e óleo diesel para o mês de novembro".

Apesar dos caminhoneiros prometerem uma greve nacional a partir do dia 1º de novembro, o governo não acredita que a paralização acontecerá. 

De acordo com a reportagem, a ameaça é vista como falsa, bem como outras feitas antes e que não chegaram a se concretizar. Desde 2018 foram 16 tentativas de greve malsucedidas, sendo quatro neste ano, aponta o veículo. Oficialmente, o assunto não foi comentado pelo governo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos