Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.696,36
    -543,90 (-0,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.197,51
    +51,81 (+0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    57,99
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.831,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    45.998,28
    +7.585,18 (+19,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    895,62
    +102,62 (+12,94%)
     
  • S&P500

    3.915,59
    +28,76 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    31.385,76
    +237,52 (+0,76%)
     
  • FTSE

    6.523,53
    +34,20 (+0,53%)
     
  • HANG SENG

    29.319,47
    +30,79 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    29.388,50
    +609,31 (+2,12%)
     
  • NASDAQ

    13.678,00
    -5,00 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4654
    +0,0014 (+0,02%)
     

Antecipação de crédito para fornecedores da União começa a funcionar

Agência Brasil
·2 minuto de leitura

A partir de hoje (8), os fornecedores com contratos ativos com a Administração Pública Federal podem pedir o adiantamento de até 70% do que têm direito a receber. Entrou em vigor o AntecipaGov, programa de antecipação dos recebíveis do governo federal.

Se todos os fornecedores pedirem a antecipação máxima de 70%, o programa tem o potencial de antecipar cerca de R$ 45 bilhões na economia. A conta foi feita com base no valor total dos contratos com órgãos federais que usam a plataforma Comprasnet, atualmente em R$ 65 bilhões.

Segundo a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, a iniciativa beneficiará principalmente micro e pequenas empresas que perderam recursos com a pandemia de covid-19. O AntecipaGov permite que os fornecedores usem os contratos administrativos como garantia para pedirem empréstimos e financiamentos em instituições financeiras credenciadas pelo Ministério da Economia.

Caso o empresário não consiga pagar o empréstimo, as instituições financeiras executam as garantias e recebem diretamente do Tesouro Nacional o valor do contrato administrativo. Como o recebimento é garantido, as operações de crédito têm juros baixos.

Até o momento, 11 instituições financeiras se credenciaram no AntecipaGov. As condições das linhas de crédito são divulgadas na plataforma do programa pelas instituições financeiras, permitindo ao fornecedor escolher o melhor financiamento.

Sistema automatizado

Desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), o sistema do AntecipaGov funciona de maneira automatizada e integrada ao portal de compras do governo federal, o ComprasNet . Em um dos ambientes, chamado de portal de antecipação, o fornecedor pode pedir propostas de crédito a várias instituições financeiras simultaneamente, comparando as condições e escolhendo a mais interessante.

No segundo ambiente, chamado de barramento de serviços, as instituições financeiras encaminham as propostas e registram as operações de crédito. A plataforma permite o registro, o cancelamento, a amortização, a liquidação, a consulta de operações de crédito e a verificação dos detalhes dos contratos e dos pedidos de cotação de crédito.