Mercado abrirá em 6 hs
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.873,40
    +6,90 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    34.614,76
    -47,86 (-0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    684,86
    -15,75 (-2,25%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.010,84
    +368,56 (+1,24%)
     
  • NIKKEI

    28.696,52
    +63,06 (+0,22%)
     
  • NASDAQ

    13.372,50
    +78,25 (+0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

Antártida acaba de se tornar o último continente a registrar casos de COVID-19

Natalie Rosa
·1 minuto de leitura

A Antártida acaba de se tornar o último continente a contar com casos de coronavírus, tendo permanecido todos esses meses ileso da pandemia. Foram detectadas 36 pessoas infectadas, todas habitando a base de pesquisa chilena Bernardo O'Higgins, sendo 26 deles pesquisadores e 10 funcionários de manutenção.

Em nota à imprensa, o Exército do Chile disse que contou com a oportunidade de entrar com uma ação preventiva, conduzindo os testes de PCR para identificar a COVID-19. Todos os infectados já deixaram a base e retornaram ao Chile, todos passam bem e estão em quarentena.

<em>Imagem: Reprodução/Angie Agostino/Pixabay</em>
Imagem: Reprodução/Angie Agostino/Pixabay

Além dos 36 infectados, foi noticiado anteriormente que três outras pessoas que levavam suprimento de navio à base tiveram o diagnóstico positivo. O Chile, por sua vez, é o sexto país da América do Sul mais afetado pela COVID-19, registrando mais de 580 mil casos.

Após a declaração de pandemia, a Antártida interrompeu todos os projetos de pesquisa que aconteciam pelo continente. Mas durante o inverno, estação que mais traz risco de propagação do vírus, cerca de mil pesquisadores e visitantes permaneceram isolados na região, que não tem residentes permanentes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: