Mercado abrirá em 8 h 25 min
  • BOVESPA

    101.016,96
    -242,79 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,86
    -461,86 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,72
    +0,16 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.910,40
    +4,70 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    13.092,90
    -15,88 (-0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,83
    -2,58 (-0,98%)
     
  • S&P500

    3.400,97
    -64,42 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    27.685,38
    -650,19 (-2,29%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.621,82
    -296,96 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    23.428,70
    -65,64 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    11.502,50
    +10,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6449
    +0,0044 (+0,07%)
     

ANP discute regulamentação que reverte multas relacionadas a conteúdo local

Gabriela Ruddy
·1 minuto de leitura

Contratos extintos ou fases já encerradas não podem seguir a flexibilização das regras adotadas desde 2015 para contratos vigentes com fases não encerradas A ANP realizou nesta sexta-feira audiência pública por videoconferência sobre a regulamentação dos termos de ajustamento de conduta (TACs) de conteúdo local para contratos de exploração e produção de óleo e gás. O objetivo foi discutir a apuração de contratação de conteúdo nacional nas fases encerradas dos contratos, revertendo multas aplicadas por descumprimento de compromissos. A discussão das TACs é necessária, pois contratos extintos ou fases já encerradas não podem seguir a flexibilização das regras adotadas desde 2015 para contratos vigentes com fases não encerradas. O tema passou por uma tomada pública de contribuições em maio, com duração de 30 dias, seguida por uma consulta pública por 60 dias. A agência recebeu 12 contribuições de nove diferentes fontes. Em comunicado, a ANP informou que a audiência de hoje foi a terceira realizada pela agência, este mês, sobre conteúdo local. A primeira, em 9 de setembro, foi sobre a alteração do Regulamento Técnico de Relatório de Gastos Trimestrais com Exploração, Desenvolvimento e Produção. E a segunda, em 15 de setembro, tratou de conteúdo local em acordos e compromissos de individualização da produção e na anexação de área de exploração. Brenno Carvalho/Agência O Globo