Mercado fechará em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    124.008,82
    +2.208,03 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.060,48
    +192,16 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,16
    -2,79 (-3,77%)
     
  • OURO

    1.820,20
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    39.755,27
    -1.300,97 (-3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    972,06
    +11,16 (+1,16%)
     
  • S&P500

    4.396,26
    +1,00 (+0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.931,25
    -4,22 (-0,01%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.995,00
    +39,25 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0807
    -0,1073 (-1,73%)
     

ANP autoriza Vale a importar GNL para consumo próprio

·1 minuto de leitura
Navio-tanque para transporte de GNL

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou a Vale a importar gás natural liquefeito (GNL) proveniente de diversos países para consumo próprio, conforme publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

Segundo a medida, a autorização é válida para a importação de 1,66 milhão de metros cúbicos por dia de GNL regaseificado, que será utilizado para aquecimento dos fornos da empresa.

As importações ocorrerão por via marítima, com entregas previstas para terminais marítimos e de regaseificação na costa brasileira.

A autorização possui validade de dois anos a partir da data de publicação no diário oficial, acrescentou a ANP.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos