Mercado fechado

Anitta explica com didática para jornalista que 'estupro culposo' não existe; Entenda

Patrick Monteiro
·1 minuto de leitura
Anitta rebateu jornalista nas redes sociais (Divulgação)
Anitta rebateu jornalista nas redes sociais (Divulgação)

Anitta, assim como muitos brasileiros, segue incrédula com a acusação de ‘estupro culposo’ seguida de absolvição de André de Camargo Aranha contra Mariana Ferrer. Ele foi inicialmente acusado de estupro de vulnerável em 2018.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Ela rebateu comentários feitos pelo jornalista e comentarista Rodrigo Constantino nesta quarta-feira (4). Ele falou, em live no Youtube: “Se minha filha for estuprada nessas circunstâncias, ela vai ficar de castigo feio. Eu não vou denunciar um cara desse para a polícia.”

E a poderosa não deixou por menos. “Coitada da sua filha... E de você que nunca vai saber quem são seus filhos de verdade porque nunca que vão compartilhar a vida deles com um ser vivo desse...”, escreveu.

Ela ainda tentou explicar de uma forma direta que ‘estupro culposo’ não existe. “Se eu te encontrar dormindo no sofá (ou porque bebeu um pouco a mais numa reunião de amigos ou porque alguém colocou uma droga na sua água para não ter que ouvir essas bostas que você fala) e eu comer seu cu com um cintaralho a culpa também foi sua, então? Só para saber, caso alguém esteja interessado...”, afirmou.

O jornalista, que era contratado da RecordTV e da rádio Jovem Pan, foi demitido da Pan nesta tarde. “Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan. No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor”, declaram.